Grindando Ixalan - Parte 2
12/10/2017 10:00 - 2,341 visualizações - 2 comentários
 
Olá!
 
Em meu último artigo, falei um pouco sobre minhas impressões iniciais ao jogar Drafts de Ixalan no Magic Online, além de deixar minhas noções sobre como montar os principais arquétipos, combinações de cores, e tribos. No artigo de hoje, pretendo compartilhar algumas opiniões e as decklists depois de jogar quase vinte drafts realizados na minha preparação para o Nacional, e que espero seja útil na preparação de vocês.

Draft 8, RG Dinossauros
 
RG Draft 8 - Booster Draft
2017-10-01

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=693943]
 
Comecei esse draft com Rampaging Ferocidon, seguindo com vários dos explores verdes, Tishana's Wayfinder e Merfolk Branchwalker. No final do primeiro booster, acabei pickando alguns bichos vermelhos de tribos diversificadas, como Fathom Fleet Firebrand e Brazen Buccaneers. No segundo pack, arrisquei com um Gishath, Sun's Avatar, mas não consegui emplacar outros ramps, tendo de voltar à estratégia mais agressiva apenas nas cores R/G.

No terceiro booster, abri Ripjaw Raptor, e complementei o deck com alguns fillers como Ravenous Daggertooth. Ao final do draft, eu diria que faltaram alguns payoffs de Dinossauros, especialmente as remoções que lutam e triggam Enrage (Pounce e Savage Stomp), e Grazing Whiptail para lidar com voadores. Nas partidas, ganhei de UB Piratas e RG dinossauros, perdendo de GW dinossauros para a evasão de Pterodon Knight e Shining Aerosaur.

Draft 9, RW Aggro
 
RW Draft 9 - Booster Draft
2017-10-02

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=694577]
 
Comecei esse draft pickando remoções, como Unfriendly Fire e Firecannon Blast. Raptor Hatchling e Headstrong Brute foram outros complementos do primeiro booster, enquanto que Mavren Fein, Dusk Apostle veio logo no segundo booster. Tentei forçar mais para o lado dos Vampiros para aproveitar a rara, pickando alguns Bishop's Soldier e Paladin of the Bloodstained, mas até o final do draft acabei completando a curva com criaturas de todos os tipos - piratas, dinossauros e vampiros.
 
Nessa pegada agressiva, os tricks de combate serviram muito bem, faltando talvez Vampire's Zeal para sinergizar com alguns dos vampiros - em especial o Mavren Fein, Dusk Apostle, que tem um alvo desenhado na testa e se beneficia de continuar atacando. Queen's Commission seria outra adição interessante para a estratégia de "swarm", com Dinosaur Stampede e Rallying Roar para pumpar múltiplas criaturas. Nos jogos, venci de UB Piratas e BW Vampiros, perdendo novamente para GW Dinossauros.
 
Draft 10, UG Merfolks
 
UG Draft 10 - Booster Draft
2017-10-02

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=694583]
 
Esse draft foi minha primeira tentativa de Merfolks, já que comecei com um River Heralds' Boon p1p1 e algumas Tishana's Wayfinder. Além de Shaper Apprentice, não consegui pegar outros payoffs da tribo, tendo que completar a curva com alguns bichos, como Shipwreck Looter, Dreamcaller Siren, Atzocan Archer, Ravenous Daggertooth e Grazing Whiptail. One with the Wind complementa o plano básico dos Merfolks, de atacar rápido com um bicho grande evasivo, embora sem a presença de River Sneak ou Jade Guardian.
 

Uma das fraquezas que enxergo na combinação é a ausência de remoções, com no máximo Run Aground ou Depths of Desire cumprindo a função. Pounce não costuma funcionar tão bem quanto no deck de Dinossauros, tanto pela ausência de Enrage, como pelo fato dos tritões serem muito menores se não estiverem "bufados". Com isso, o deck exige uma curva rápida, agressiva e sinergizada para compensar - Deeproot Warrior é outra criatura que fez falta nessa lista acima. No draft, venci de RG Dinossauros e Grixis Control Explore conseguindo encaixar o "megazord", e perdi para RW Dinossauros curvado.

Draft 11, UGr
 
UGr Draft 11 - Booster Draft
2017-10-04

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=696631]
 
Aqui foi mais uma tentativa frustrada de montar Merfolks. Após começar o draft com Air Elemental e Unfriendly Fire, recebi alguns Merfolk Branchwalker, Tempest Caller e Tishana's Wayfinder e tentei partir para o arquétipo. Só que os payoffs tribais jamais apareceram - casos de Vineshaper Mystic e River Heralds' Boon especialmente.

Dessa forma, acabei recorrendo à algumas das bombas que vieram enquanto eu ainda estava em picks flexíveis para splashar e juntar playables suficientes - Charging Monstrosaur, Raging Swordtooth e Lightning Strike. No final, acabou ficando um deck meio "alienígena", com alguns Explores, alguns dinossauros, alguns piratas, temática de marcadores e algumas cartas que são apenas muito boas, como Air Elemental e Charging Monstrosaur.
 
Nesse draft, venci de RG dinossauros e GWb Dinossauros, quase que exclusivamente nas costas das bombas, e perdi de BW Vampiros, sendo destruído pelo deck mais sinérgico.

Draft 12, BW Vampiros
 
BW Draft 12 - Booster Draft
2017-10-04

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=696633]
 
Comecei o draft com um Sanctum Seeker, e por se tratar de uma rara forte e que vale a pena montar em volta, comecei a forçar a estratégia em BW Vampiros desde o primeiro pick. Pious Interdiction e Ixalan's Binding vieram logo em seguida. Territorial Hammerskull, apesar de não ser um vampiro, segue como minha criatura branca comum favorita, e pick alto sempre que apareceu.
 
O aspecto em que esse baralho deixou a desejar foi na quantidade bruta de Vampiros, em especial os geradores de tokens. Queen's Commission é o card que fez falta, com vários Queen's Bay Soldier tendo de cumprir o requisito da tribo, mantendo a quantidade de criaturas e mágicas que põe fichas em 11. Diversificar os tricks também seria interessante, com Vampire's Zeal e Rallying Roar fazendo falta, mas os 4 Skulduggery responderam à altura sempre que necessário.
 
O deck fluiu muito bem, tornando o combate do oponente um verdadeiro inferno entre as múltiplas Skulduggery e Hammerskull - fechei 3-0 vencendo de GW Dinossauros, BW Piratas/Vampiros e UB Piratas.
 
Draft 13, UG Merfolks
 
UG Draft 13 - Booster Draft
2017-10-05

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=697510]
 
Essa foi mais uma das minhas tentativas frustradas de draftar Merfolks. Peguei um Vineshaper Mystic (vulgo Rishkar, Peema Renegade) de primeiro pick no primeiro booster, e enquanto em alguns momentos a tribo parecia fluir com picks em River Sneak, Tishana's Wayfinder e Kopala, Warden of Waves, em outros eu era completamente cortado, me resultando em picks, como Charging Monstrosaur e Fiery Cannonade, mesmo quando eu sabia que estaria em UG.
 
Ao final do draft, começo a temer pela quantidade tanto de playables como de criaturas, e faço alguns picks desesperados, como Gilded Sentinel e Blossom Dryad, para ter criaturas suficientes para meus múltiplos One with the Wind e River Heralds' Boon.
 
Porém, sem a quantidade suficiente de Merfolks de qualidade, o deck não conseguia acompanhar as criaturas de baixa curva dos outros decks. Deeproot Warrior, Merfolk Branchwalker e Shapers of Nature são exemplos de bichos que ficaram faltando e constituiriam uma versão muito mais forte e sinérgica do baralho.
 
Da maneira que estava, perdi para RG Dinossauros e BW vampiros, já que o plano de colocar "todos os ovos em uma cesta" não deu certo graças às interações dos outros decks e até mesmo da própria capacidade de racear um megazord solitário. Um 0-2 justo para a catástrofe que foi esse draft, que realmente posso classificar como o pior dentre todos os decks que draftei.
 
Draft 14, BW Aggro
 
Draft 14 BW - Booster Draft
2017-10-05

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=697512]
 
Começo o draft com Territorial Hammerskull, e vou fazendo picks de qualidade para um baralho agressivo, sem necessariamente focar em uma tribo - Adanto Vanguard, Shining Aerosaur, e Skymarch Bloodletter. Pego um Fathom Fleet Captain no segundo booster, mas mesmo tentando forçar para algum lado não consigo emplacar sinergia com nenhuma tribo.

Ao final do draft, tenho um B/W Aggro com uma boa curva, acesso ao mínimo de remoções e tricks de combate, mas sem ter como abusar de nenhum payoff tribal muito poderoso, no máximo alguns triggers do Fathom Fleet Captain e um ocasional voar para o Pterodon Knight.

Acabei punido ao perder para um BW Vampiros onde a quantidade imensa de chump blockers e sinergias me engoliu vivo, enquanto venci de um UR Aggro bem fraquinho e de UG merfolks, nas costas de tricks de combate jogados na hora certa.
 
Draft 15, BW Explore
 
Draft 15 BW - Booster Draft
2017-10-09

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=700761]
 
Esse draft comecei com Territorial Hammerskull, seguido de Emissary of Sunrise e Shining Aerosaur. Vejo um Lurking Chupacabra de meio de booster, e decido experimentar o quão viável seria o arquétipo de Explore. Acabo conseguindo pegar múltiplos Sunrise Seeker sobrando, e outro Lurking Chupacabra no segundo booster. Complemento o deck com remoções e algumas criaturas nas curvas baixas.

Entretanto, para um plano menos focado em sinergias de tribos e mais na qualidade das cartas, é impreterível ter remoções para quebrar o jogo do adversário e ter o "em caso de emergência quebre o vidro" contra eventuais bombas. Nesse BW, remoção incondicional como Contract Killing, e mesmo algumas mais rápidas, como Vanquish the Weak, fizeram falta. A curva do deck também estava bastante pesada, e ele se beneficiaria de mais defesa de early game. Bishop's Soldier como "operário" para trocar com o drop 2 do oponente e recuperar 2 de vida seria vital.
 
Venci partidas contra BR Piratas e BW vampiros nas costas da combinação Lurking Chupacabra + Explores, além da dificuldade dos outros decks de manter o ritmo no late game onde a vantagem virtual e o tamanho de Sunrise Seeker e Queen's Agent reinaram. Minha derrota veio para um RW dinossauros, onde após dividirmos os dois primeiros games com bastante equilíbrio, no g3 eu perco um land drop com ele na play e isso foi o suficiente para ele me curvar com Sky Terror e Territorial Hammerskull, fechando minha mesa 2-1.
 
Draft 16, RG Dinossauros
 
RG Draft 16 - Booster Draft
2017-10-09

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=700768]
 
Comecei esse draft pickando Drover of the Mighty e Ranging Raptors, mantendo-me em praticamente Mono Green durante todo o primeiro booster pickando vários Explores (Ixalli's Diviner e Tishana's Wayfinder) e Grazing Whiptail. Defino-me em vermelho ao abrir um Regisaur Alpha no segundo booster, mantendo-me na tribo dos dinos até o final do draft.
 
Quanto ao deck, acredito que mais algumas jogadas de early game seriam interessantes. Tilonalli's Knight e Atzocan Archer complementariam bem a curva sendo sinérgicos com dinos e Enrage. New Horizons seria outra alternativa interessante para rampar na curva enquanto aumenta o tamanho dos drops 2.
 
Quanto às partidas, venci de BR Piratas e Abzan Vampiros no tamanho dos monstrões (principalmente combinado de Sure Strike para blowouts no combate), e perdi de GWr Dinossauros, onde Territorial Hammerskull, junto dos voadores e das remoções brancas para os meus bichões, fizeram a diferença para ele.
 
Draft 17, UB Piratas
 
Draft 17 UB - Booster Draft
2017-10-09

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=700772]
 
Se no meu último artigo eu fiz 3-0 com um deck UB que tanto eu como colegas de treino classificamos como injogável, aqui é o deck que parecia absurdo, mas acabou decepcionando na hora do jogo resultando em um pífio 1-2 sem premiação. Comecei com p1p1 em Hostage Taker, e forçando um pouco em Piratas as cartas continuavam vindo. Minha única criatura não-pirata no MD foi Skymarch Bloodletter, eu possuía 2 Pirate's Cutlass e 3 March of the Drowned, remoções para lidar com outras eventuais criaturas, e vários piratas com efeitos relevantes.

Possivelmente meu erro aqui foi não balancear tão bem o Main deck com tricks de combate, que eu até tinha no sideboard: Run Aground, Dive Down e Depths of Desire  poderiam oferecer ângulos diferentes. Em minhas partidas, venci de BW Explore, mas perdi uma mirror para um UB Piratas que conseguiu levar vantagens em consecutivos combates graças aos tricks dele, e de um RG Dinosauros com splash para Vraska, que matou simplesmente todas as minhas criaturas com Repeating Barrage no fatídico game.
 
Draft 18, BR Piratas
 
Draft 18 BR - Booster Draft
2017-10-10

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=701940]
 
Aqui comecei o draft com um Snapping Sailback, seguido de Headstrong Brute. Em seguida, acabo pegando alguns cards vermelhos, sem nada verde de notável. Quando no meio do pack passa um Dire Fleet Captain, acabo pickando-o ao considerar que já tenho alguns piratas vermelhos, e volto minhas atenções para cartas na combinação de cores.

Consigo algumas remoções, auras e tricks, mas os dois principais payoffs de Piratas não chego nem a ver a cor - Pirate's Cutlass e March of the Drowned. Com isso, apesar de ter uma curva boa e certa sinergia entre os piratas, considero que meu deck deixou a desejar no equilíbrio de payoffs/enablers. Completei o número de jogáveis com Prying Blade, pela baixa quantidade de artefatos que eu possuía para ativar os Desperate Castaways.
 

Meu resultado foi de 2-1 nesse draft, vencendo de UR Piratas e UB Piratas ambos nas costas da minha curva agressiva e fechando com dano na cara de Unfriendly Fire e Storm Fleet Pyromancer, e perdendo de um BW "good stuff" que splashava Hostage Taker, com ele estabilizando o rush inicial e a qualidade individual dos cards fazendo a diferença.

Draft 19, BW Vampiros
 
Draft 19 BW - Booster Draft
2017-10-10

Jogador

sandoiche_13

Código Fórum

[deck=701944]
 
Nesse draft, comecei pickando Emissary of Sunrise, Pterodon Knight e Inspiring Cleric. Um Call to the Feast de quarto pick me chama a atenção, e a partir daí começo a pickar cartas pensando em Vampiros. Anointed Deacon, Paladin of the Bloodstained, Queen's Commission e remoções completam meu primeiro pack. Vraska's Contempt, Skymarch Bloodletter e Bishop of the Bloodstained são picks altos do segundo booster, e até o final do terceiro booster estou basicamente buscando por criaturas para preencher a curva e algumas remoções pontuais.
 
O que ficou faltando nesse deck, entretanto, foram alguns tricks de combate. Vampire's Zeal e Skulduggery vêm à mente, com Rallying Roar sendo o sonho graças às múltiplas formas de gerar fichas. Com 20 playables suficientes na combinação, meus fillers acabaram sendo Encampment Keeper e Fathom Fleet Cutthroat, mas que encaixaram muito bem na temática de povoar a mesa com fichas lifelink. Mais alguns drops 2, em especial Bishop Soldier, teriam sido adições muito bem vindas, com picks de terceiro booster em Queen's Bay Soldier mais alto para garantir não ficar sem ação no early game.
 
Mesmo sem os tricks, as remoções pontuais para threats grandes e a sinergia poderosa dos payoffs me garantiu o 3-0 no draft, vencendo de BG Explore, UG Merfolks e RG Dinossauros - os dois últimos decks em particular carregados de sinergias e bombas, com múltiplos River Heralds' Boon e Vineshaper Mystic, e no caso do RG, com Regisaur Alpha, Verdant Sun's Avatar e vários ramps.
 
-
Conclusões
 
Em Ixalan, embora seja interessante se manter aberto pickando as melhores criaturas, remoções e tricks de combate, para posteriormente fixar em alguma tribo dependendo do que te passarem, algumas raras, como Regisaur Alpha, Hostage Taker e Vona, Butcher of Magan acabam te forçando nas combinações. Quando isso não ocorre, é ideal começar com picks mais flexíveis como criaturas fortes (qualquer uma com Explore, Territorial Hammerskull), remoções baratas, e atentar-se para bons payoffs tribais (River Heralds' Boon, Anointed Deacon, Pirate's Cutlass) nos picks médios (4 a 7 do primeiro booster), que costumam ser bons indicativos de qual tribo está aberta à sua direita. A partir daí, os picks tardios servem para complementar o que estiver faltando (tricks de combate, criaturas de baixa curva, "operários" para fazer número da respectivo tribo).

Não foram raras as vezes em que cheguei no segundo booster sem ter a segunda cor definida; algumas tribos, principalmente Dinossauros e Piratas, permitem essa flexibilidade por estarem situadas em fragmentos de três cores (Naya e Grixis), podendo cravar a escolha dependendo de alguma bomba ou payoff aberto mais tardiamente. Vampiros e Merfolks já são mais "amarrados", dificilmente escapando das bases BW e UG.
 
Montar sem tribo acaba sendo uma estratéga mais arriscada, e altamente dependente de cartas de qualidade. Minhas melhores builds foram o BW desse artigo e BG Explore com Lurking Chupacabra, Ripjaw Raptor e Carnage Tyrant (esse um draft realizado em loja, daí não tenho a lista dele marcada), ressaltando meu ponto de cartas com qualidade que fazem a diferença no jogo. Porém, consigo visualizar aggros fortes como RW cheio de combat tricks ou RG/GW Ramp com alguns dinossauros gordos e remoções sendo alternativas viáveis. Além dos cards individualmente fortes para compensar a ausência de sinergias de tribos, esses decks "good stuff" demandam uma quantidade aceitável de remoções para justamente "quebrar" as sinergias dos outros decks para aí sim vencer na qualidade 1x1.
 
Ao final dos meus 19 drafts, terminei com 38 vitórias e 17 derrotas, fechando 5 mesas com 3-0 (RG Dinossauros, UR Piratas, UB Piratas, BW Vampiros, BW Vampiros). Apesar de serem resultados medianos (cerca de 70% de win rate, prevalecendo o 2-1 nas ligas jogadas), sinto que ao combinar com artigos dos pros na gringa, assistir aos drafts e partidas no Mundial, e realizar drafts com o Magic Online ligado na televisão discutindo picks e jogadas com colegas de treino, tive uma preparação satisfatória para o Nacional.

-
Quanto a vocês leitores, como tem sido a preparação para os drafts do Nacional? Quais têm sido suas estratégias de picks e tribos preferidas? O que acharam desse modelo de artigo falando sobre draft? Compartilhem suas opiniões nos comentários!
 
Abraços e até a próxima!
 
 
TAGS: 

Matheus Akio Yanagiura (VIP STAFF sandoiche_13)
Matheus Akio Yanagiura, mais conhecido como Sandoiche, começou a jogar em 2003, em Flagelo. Está sempre na vida do grind dos torneios, com destaque para o título do CLM 10 Modern, o maior realizado até então, e o Top 16 no Grand Prix São Paulo 2018. É um entusiasta do Magic competitivo e totalmente dedicado à produção de conteúdo referente ao jogo, publicando artigos periodicamente desde 2012, colaborando para o Blog da LigaMagic desde 2015 e atualmente produz vídeos em seu canal no YouTube Sandoiche's Grind e streama ao vivo regularmente na Twitch.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
sandoiche_13 na Twitch

LigaMagic App



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

XCyrusX (13/10/2017 01:34:04)

Parabéns pelo artigo gostei muito... tanto desse quanto do primeiro... obrigado pelas dicas!

fael_270 (12/10/2017 12:32:58)

Mais uma vez pelo ótimo e trabalhoso artigo! 'Keep grinding'.
Abraços.