Guia de Draft para Ixalan
24/10/2017 10:00 - 5,369 visualizações - 6 comentários

 

Bom-dia!
 
Sei que vocês estão acostumados a me ver escrevendo sobre Standard, mas dessa vez o conteúdo será um pouco diferente. Eu já vi muitos artigos em inglês sobre Draft, mas confesso que praticamente não vejo esse tipo de conteúdo em português, o que me incentivou a criar um guia para o draft de Ixalan para os frequentadores da Ligamagic.
 
Esse artigo é destinado especialmente para aqueles que não conseguem ler artigos em inglês ou simplesmente não possuem acesso ao conteúdo disponibilizado. A ideia é definir conceitos que não são de conhecimento geral, como as cartas que podem ser usadas em qualquer baralho, quais os arquétipos e as cartas mais importantes para cada um deles, assim como as cartas unplayables.
 
Inicialmente, é preciso reforçar algo que a imensa maioria de vocês já deve saber, a edição é Tribal. Logo, criar baralhos focados nas tribos (Tritão, Dinossauro, Vampiro e Pirata) costuma ser bem importante na hora de fechar uma mesa de draft de Ixalan.
 
Claro que isso não quer dizer que necessariamente você precisa fazer um deck tribal com todas as criaturas do tipo escolhido ou mágicas voltadas para elas para ganhar um torneio de draft. Você pode e deve obter cartas versáteis que acabam sendo utilizadas em qualquer baralho da cor, por sinal excelentes escolhas no começo do draft para leitura da mesa antes de definir que caminho tomar. Assim, começarei listando as cartas de cada cor que eu considero passíveis de serem incluídas em qualquer baralho, independente da tribo:
 
BRANCO
 
 
AZUL
 
 
PRETO
 
 
VERMELHO
 
 
VERDE
 
 
ARTEFATO
 
 
Com isso em mente, quero dizer agora quais cartas eu acredito que não devem ser utilizadas em nenhum deck, independente da tribo. Claro que pode existir algum cenário onde a carta entrará no segundo jogo como sideboard, focando em cartas específicas do seu adversário, mas basicamente nunca as utilizem no maindeck (a não ser que seu deck seja uma porcaria e você precise completar as cartas para jogar):
 
BRANCO
 
 
AZUL
 
 
PRETO
 
 
VERMELHO
 
Demolish, Dual Shot, Fire Shrine Keeper (tem gente que gosta dessa carta, eu acho ela extremamente ruim), Hijack, Makeshift Munitions, Rile, Rummaging Goblin e Tilonalli's Skinshifter.
 
VERDE
 
 
DOURADA
 
 
ARTEFATO
 
 
Bom, acredito que sabendo quais são as cartas unplayables e as versáteis nas cores já temos uma ajuda considerável para entender que norte tomar nesse tipo de torneio.
 
Agora vou falar sobre as dez cartas incomuns/comuns que eu acho mais importantes para cada arquétipo, seguindo a ordem da minha preferência na hora de escolher o que pegar quando eu já estou definido do que vou jogar.
 
Introduzindo essa parte do artigo, os baralhos no draft de Ixalan costumam ser de duas cores com no máximo um pequeno splash para remoções ou alguma bomba. Logo, possuímos 11 tipos de baralho: UR Piratas, UB Piratas, BR Piratas; GW Dinossauro, RG Dinossauro, RW Dinossauro; UG Merfolk; 
BW Vampiros; BG Explore; UW Flyers; BR Aggro.
 
Definindo o metagame são tier 1: BR Piratas, UG Merfolk, RW Dinossauros e BW Vampiros; tier 2: UR Piratas, UB Piratas, GW Dinossauros e RG Dinossauros; tier 3: BG Explore, UW Flyers e BR Aggro. Essa análise é provavelmente questionável, mas é assim que eu entendo a divisão no formato. 
 
Vamos aos arquétipos:
 
BR PIRATAS
 
Aqui temos um baralho que preza pela agressividade abusando da curva baixa, criaturas com evasão, tricks e remoções eficientes. Todo arquétipo é muito importante dar atenção às criaturas de custo 2, mas aqui e no RW Dinossauros você levará isso realmente à serio, tendo em vista que seu deck obrigatoriamente deve ter pelo menos 5 criaturas desse custo.
 




 
Menção importante para a carta March of the Drowned, que costuma aparecer no final dos boosters e é de extrema importância no arquétipo dos piratas. Outra carta que vem no meio/final dos boosters é o Headstrong Brute, peça-chave para exercer a pressão necessária para a vitória.
 
UR PIRATAS
 
Tem a mesma filosofia do BR, mas não é tão agressivo, tirando valor de cartas com um custo mais elevado e um controle da mesa.
 
 
 
É importante tomar cuidado com a curva 3 desse baralho, porque existem muitas opções. Confira sempre no intervalo dos boosters a quantidade que você já tem, não sendo interessante possuir mais do que 4 ou 5 criaturas desse custo.
 
UB PIRATAS
 
Temos o deck de piratas mais agressivo (BR), o intermediário (UR) e agora o mais voltado para um midrange. Aqui, ganhar cartas e lidar com ameaças é mais importante do que tentar atropelar seu oponente.
 
 
 
GW DINOSSAUROS
 
Vou ser sincero, esse é um dos arquétipos que eu menos gosto de draftar. Acho difícil encaixar porque praticamente todas as cartas importantes serão utilizadas em qualquer arquétipo por serem extremamente versáteis. Além disso, tem uma tendência de ter um early game fraco e se as coisas fugirem do controle durante o draft você terá uma pilha de cartas poucos eficientes.
 
 
 
RG DINOSSAUROS
 
Segue a mesma ideia do GW, sendo frequentemente cortado pelo poder das cartas em qualquer baralho. Porém, acredito que o early game do baralho é muito melhor em razão do vermelho.
 
 
 
RW DINOSSAUROS
 
Enquanto que os outros dois arquétipos de dinossauro são mais focados em ter um early game justo e abusar de criaturas maiores no mid/late game, o RW terá uma postura mais agressiva (como acontece na maioria dos drafts dessa combinação).
 
 
Vale a menção aqui também para o Thrash of Raptors, uma carta que costuma vir alta nos boosters e que contribui muito na agressividade que o baralho precisa.
 
UG MERFOLK
 
Esse é um arquétipo que recompensa muito quando somente uma pessoa está nele na mesa, portanto, fiquem sempre atentos com os sinais. Porém, como ele se beneficia de picks altos em cartas excelentes para o baralho que são unplayables nos outros, quando duas pessoas estiverem no deck ambas perderão esse benefício, prejudicando muito a estrutura e tornando o baralho mediano na maioria das vezes, dificilmente fechando a mesa de draft.
 
 
 
Importante mencionar que o arquétipo do merfolk possui diversas cartas relacionadas à tribo, o que deixa criaturas que não são merfolk piores nesse deck do que no restante dos baralhos. Menção valiosa ao “combo” de Jade Guardian e One with the Wind, criando uma criatura muito difícil de ser resolvida pelo adversário.
 
BW VAMPIROS
 
Esse é provavelmente meu arquétipo favorito. Possui uma quantidade considerável de remoções, bombas bem eficientes e cartas que só funcionam nessa estratégia e que acabam passando alto nos boosters.
 
 
Vampire's Zeal não está entre as melhores cartas, porém, é uma carta extremamente importante para o baralho. Acho essencial ter uma e tenho costume de usar duas quando consigo pegar sem comprometer os outros picks.
 
 
Anointed Deacon é outra carta que ninguém na mesa pega, podendo até chegar entre as últimas cartas do booster e que deixa sua combate fase muito melhor. Considero relevante ter uma cópia no baralho.
 
Aqui é importante dizer que assim como no Merfolk, criaturas que não compartilham o tipo vampiro perdem bastante seu valor.
 
 
-
Bom pessoal, esses são os principais baralhos. Como mencionei, existem outras três opções que são BG Explore, BR Aggro e UW Flyers, mas como eu acho que vocês não devem montar essas estratégias nunca e o texto está meio extenso, não comentarei sobre eles no momento.
 
Basicamente é isso que eu queria passar para todos vocês e acredito que esse artigo possui informações bem valiosas para os amantes do formato que jogarão os PPTQs Selado com top8 de Draft, Circuito Ligamagic Draft ou até mesmo os drafts regulares nas lojas de suas cidades.
Dúvidas, sugestões e críticas construtivas são sempre bem vindas!
 
Abraço a todos!
 
LuCaparroz
 

João Lucas Caparroz (VIP STAFF LuCaparroz)
Jogador competitivo desde 2014, participou de alguns Pro Tours, sendo atualmente o Campeão Brasileiro, já tendo atingido o Pro Player Bronze. Colunista da LigaMagic desde 2015.
Redes Sociais: Facebook
LigaMagic App



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

obferraz (25/10/2017 16:12:23)

Cutlass em melfolk eu não acho ruim não, obvio que é mais para completar deck do que escolha inicial. Mas melfolk normalmente tem uma curva baixa e ela funciona como mana sink, bater com evasão com +2/+1 e equipar uma criatura para defender depois é ótimo. Junto com jade guardian e/ou one with the wind bate muito. Mas entendo pq não colocou, realmente não joga em 100%, já que não é grande coisa em dino.

Crushing Canopy, apesar de obviamente não ser para main, é disparado a melhor carta de side do verde, tem Muito encantamento e flyer encardido (e poucas formas de verde lidar com voador). Eu não colocaria na lista de unplayable, prefiro ela no meio do pacote que muita carta medíocre de main.

VIP STAFF LuCaparroz (25/10/2017 12:09:54)

Eu acho a Cutlass bem fraca tanto nos Dinossauros quanto no Merfolk. Ela pode encaixar se o seu baralho possuir alguns piratas, mas ai você já está fugindo do objetivo e utilizando cartas para completar um plano secundário. Caso seu baralho possua somente merfolks, ela é muito fraca.

Basicamente acredito que você precise de uns 7 alvos para a carta cumprir o papel de pick alto que você gastou.

Quanto aos vampiros e flyers, ela tem valor sim, mas pelos motivos não posso classificar ela como uma entrada geral.

Mark of the Vampire eu entendo como uma carta de sideboard. Existem alguns arquétipos que possuem muita remoção ou bichos que ficam maiores mesmo com sua criatura encantada. Por esse motivo não inclui na lista, mas certamente pode ser utilizada em qualquer baralho.

Quanto ao Vampire's Zeal, ela pode sim ser usada em qualquer baralho, mas em alguns vai depender da configuração. Optei por listar as cartas que entram em qualquer baralho independente da configuração dele.

obferraz (24/10/2017 16:17:01)

Ao meu ver, essas 3 cartas jogam fora de seus temas fácil: Pirate's Cutlass, Vampire's Zeal e Mark of the Vampire. O único deck que não vale usar Pirate Cutlass é de dino, vampiro, voadores ou tritões batem muito com ela, mesmo tendo que pagar o equipar. Vampire's Zeal é um bom truque mesmo fora do vampiro e Mark of the Vampire ganha jogo sozinho se o inimigo não conseguir remover sua criatura.

Juan_Cruz_ (24/10/2017 15:25:57)

hahaha

VIP STAFF LuCaparroz (24/10/2017 12:42:53)

Hahahahah valeu!

É a incomum rara né, todos querem. xD

VIP STAFF sandoiche_13 (24/10/2017 12:12:29)

Excelente artigo, queria ter lido antes de draftar 16 playables nas cores no último Top 8 de PPTQ! E que sonho seria abrir Charging Monstrosaur na frequência que eles apareceram no artigo! Hahahaha