Report do Paralelo Pauper no CLM
07/02/2018 15:00 / 5,471 visualizações / 41 comentários

 

 

Fala galerinha das comuns (e novos entusiastas). Professor Pauper aqui novamente lhes trazendo uma mensagem de grande importância para o seu futuro como jogador (como pessoa e profissional também).
 
Como muitos sabem, fui conferir de perto as finais do CLM10 neste último fim de semana (03 e 04 de fevereiro, caso você esteja escondido debaixo de uma pedra e não sabia) e participei do Torneio Paralelo Pauper do dia 03. É desse torneio que pretendo fazer aquele report bacana, mas não quero ficar só nisso: Quero compartilhar uma experiência de vida.

Saí super feliz daqui da terra do biscoito (Rio de Janeiro) com o meu UR Skred debaixo do braço. Eis a lista:
 
UR Skred - Jorge Jacoh Ferreira
 
Izzet Skred - Pauper
2018-02-05

Jogador

JorgeJacoh

Visitas

5495

Código Fórum

[deck=800246]
 
Repare que estou usando um Ponderar a menos do que as listas usuais, para brincar com o Estudo Ristico. Porém, já cometendo um grande erro: pouco treino com essa lista. Minha desculpa é: Como um grande entusiasta do formato, tenho uns 15 decks de Pauper e um bom hábito de jogar pelo prazer, sendo que a cada semana estou jogando com um deck diferente na minha lojinha predileta (bjks na careca do João). Isso basicamente acarreta duas principais consequências: A primeira é que eu não vejo muitas vitórias na minha lojinha do amor a muito tempo. E a segunda é que a falta de treino e foco em um único deck me torna uma presa fácil para jogadores mais dedicados.

Assim vai minha primeira lição de vida (em caixa alta):
 
 “NÃO PERCA O FOCO NO SEU OBJETIVO.”
 
Parece bobeira de autoajuda (ou de ex-bbb no youtube, birl), mas não é. Quando você tem um “alvo” (objetivo) claro, fica mais fácil traçar um caminho para alcançá-lo. Isso vale para sua graduação, seu concurso público, sua tarefa diária no trabalho ou no seu treino de Magic. É muito fácil devanear no dia a dia e perder o compromisso com algo. Uma tonelada de informações que recebemos todos os dias sobre diversos assuntos também não facilita. Não se culpe, somos todos assim.
 
Game 1 - GW Auras

De volta ao report... Isso ficou muito claro logo na minha primeira partida do torneio: enfrentei um GW Auras do João Paulo, daqui do Rio. Percebi rapidamente o quanto estava encrencado. Lembra do texto da semana passada sobre sideboard? Então, nas minhas 15 cartas não tinha um Counter para lidar com as Auras (Anular) ou o maravilhoso Fluxo de Aura. Rapidamente perdendo o primeiro game para monstros 11/11 Trample Lifelink, vem aquele poema de Carlos Drummond de Andrade na mente: “...e agora José…?”
 
Side in: 2 Redemoinho de Areia​, 2 Eletrotruque (vai que cola)
 
Side out: 4 Miniavalanche
 
Por sorte, no game 2 eu consegui encaixar um Redemoinho de Areia  e anular auras com fadas empatando a brincadeira. Mas sabe como é a sorte. No game 3, meu deck não quis papo comigo e o gigante Trample Lifelink estava de volta. Ou seja, comecei bem, perdendo 1x2.
 
Lição de vida número 2 (em caixa alta):
 
“PLANEJAMENTO É ESSENCIAL, MAS O PLANO É INÚTIL…”
 
Isso significa que seu plano vai ter de ser alterado conforme sua execução, mas deixar de planejar algo é o pior dos sacrilégios. #fikdik
 
Game 2 - Mono Black “Legal”
 
Diretamente de Cascavel - Paraná, Jovane vem me ensinar algo bem legal: lembra daquele plano de enfrentar um MBC fechadinho, curvadinho e previsível? Não foi dessa vez. Meu oponente me mostrou que a surpresa é uma das armas mais eficientes. Ele construiu um Mono Black baseado em remoções e uma grande quantidade de valor. Eis um grande exemplo: Na primeira partida ele jogou Raivoso Phyrexiano no turno 3, para no 4, atacar utilizando Resistencia Sobrenatural. Neste momento da partida você pensa: “Meu oponente é novato, garoto juvenil, criado a leite com pêra e ovomaltino”. Óbvio que não vai gastar uma fada no combat trick, certo? Levo os 4 de dano e na Main 2 ele me aplica o maior dos “paranauê” conjurando Colheita do Altar, sacrificando o Raivoso e comprando 2 cards, além do Raivoso Phyrexiano e ainda mantendo ele na mesa. 

Depois dessa tonelada de valor, eu só assisti ele matar tudo na minha mesa e adeus game 1.
 
 
Para resumir o game 2, Coagir no turno 1 Retorcer a Mente no turno 2. Ratos Chiadores no turno 3. Extenuar no turno 4. Já está de bom tamanho né?
 
0x2 para a inventividade.
 
Neste momento a gente lembra do Ornitoptero 0/2 drop e fly de volta para o Rio. Poderia dizer que meu pensamento foi de perseverança, de força de vontade, eye of the tiger. Só que não… Eu estava com vontade de tacar fogo no UR Skred com caixinha e tudo! As conversas no grupo de WhatsApp da minha loja provam isso! Mas elas também provam o suporte que eles me deram. O qual foi fundamental. E além do mais, já que eu não ia fazer nada mesmo… Vamos jogar!
 
Lição de vida número 3 (em caixa alta):
 
“SE APEGUE A QUEM TE FAZ BEM E TE ACRESCENTA.”
 
Boas amizades podem mudar o rumo da sua vida. Podem te tornar melhor apontando os seus defeitos e enaltecendo suas qualidades. Cresça com isso…
 
Game 3 - UR Skred

Novamente encontro um colega do Rio. Mateus, de UR Skred. Naquele Mirror bacana de quem tem mais sorte e compra melhor. O game 1 foi uma das mais emocionantes partidas de atrito e top deck, tendo um pouquinho mais de sorte no final ganhando a primeira partida.
 
Side out: 4 Investigador de Segredos​, (infelizmente esqueci as outras duas cartas).
 
No segundo game, ele me esmagou rapidamente respondendo tudo o que eu fazia com uma eficiência brutal. Fomos para o game 3, tivemos novamente aquele top deck após 15 turnos. Fadas para os dois lados, uma verdadeira carnificina de Ninjas e Delvers. O negócio foi tão feio, que fomos para os cinco turnos e empatamos.
 
1x1
 
Essa partida não acaba aqui! Eu já estava com a mão na cabeça, arrancando o que restava do meu juízo, quando Mateus fez uma das coisas mais legais que já vi um jogador de Magic fazer: ele me concedeu a vitória porque viu o meu potencial e o que eu poderia criar. Mesmo contrariando seus amigos mais próximos, ele me deu o 2x1 e mudou para sempre esse torneio para mim.
 
Lição de vida número 4 (em caixa alta):
 
“SEJA GENTIL E GENEROSO SEMPRE QUE POSSÍVEL, ISSO VAI MUDAR A VIDA DE ALGUÉM.”
 
O que esse cara fez por mim me transformou e, com isso em mente, segui em frente rejuvenescido. Obrigado Mateus. Eu vou ter isso em mente sempre quando puder ajudar alguém.
 
Game 4 - GW Auras (de novo...)

Para o meu desgosto, encontrei outro GW na minha sina. Pedro Aprígio, de Sampa. Mas algo estava diferente. Eu estava diferente! Não sei o que aconteceu ao certo mas, no game 1, as fadas vieram e anularam seus principais encantamentos. Assim, foi só construir uma boa presença de mesa e ele não viu jogo.
 
 
Side in: 2 Redemoinho de Areia​, 2 Eletrotruque (vai que cola)
 
Side out: 4 Miniavalanche
 
No game 2, ele novamente não viu jogo tendo quase todos os encantamentos sendo anulados pelas minhas fadas. Quase todos… Ele conseguiu fazer um belo elfo 7/5 com 3 auras e dois Gnarlid de Aura 7/7, já que ele possuía dois Crescimento Abundante. Mas não contava com a minha astúcia de um Redemoinho de Areia que causou 5 de dano em toda a mesa (Exceto minhas fadas claro). Destruindo o elfo, enfraquecendo os Gnarlids (já que as auras foram junto) e, em seguida, destruindo-os também. Finalizei com as fadas agredindo todo turno.
 
Um belo 2x0.

2 vitórias e 2 derrotas até agora.
 
Game 5 - bye
 
Meu oponente não apareceu me concedendo uma vitória automática.
 
3 vitórias e 2 derrotas.
 
Renato (também de Sampa) da mesa ao lado da minha também ganhou um bye e ficamos jogando para passar o tempo. Ele estava com um MBC bem tradicional e muito bem pilotado, diga-se de passagem.
 
Game 6 - MBC
 
Advinha quem foi o meu oponente? Renato. Mas sabe como dizia o Romário (denunciando minha idade avançada): “jogo é jogo, treino é treino, peixe”. E contra um MBC daquele calibre eu não poderia dar mole. No primeiro Game, ele me controlou muito bem com os Ratos Chiadores, que não consegui anular nem destruir. Anulei o primeiro Mercador Cinzento de Asfodelos apenas para chorar a chegada de um segundo no turno seguinte.
 
 
Os games 2 e 3 foram similares, já que consegui resolver um Geist dentro de 5 turnos iniciais. Mesmo quando ele tinha fôlego para destruí-lo duas vezes com Édito de Chainer (flashback), retornar o Geist com o Ninja das Horas Tardias era abusivo para a sua quantidade de remoções.

2x1
 
4 vitórias e 2 derrotas.
 
Nesta altura do campeonato (literalmente), eu já estava super satisfeito com o resultado, mas via uma possível premiação no horizonte em um top 16.
 
Game 7 - Elfos

Alessandro, de São Paulo, estava pilotando essa lista que eu sabia que iria me dar muito trabalho. Os elfos possuem muito valor agregado tribal.
No game 1, ele conseguiu construir uma boa presença de campo de batalha, mas sem seus principais elfos (Elfo Vigia dos Pinheiros e Sacerdote de Titania ), os quais eu consegui anular e/ou destruir, tive alguma chance. Conseguindo transformar uns dois Investigador de Segredos, consegui ganhar essa corrida finalizando com Raio.
 

Nesta partida, o Delver geralmente fica para trás para defender. Logo, é melhor assumir uma postura mais de controle neste tipo de partida.
 
No Game 2 não vi jogo. Elfos sendo elfos e a mesa logo tinha 20 deles! No game 3, tive a sorte de começar com um Eletrotruque, que eliminou um Elfos de Llanowar, um Patrulheiro Quirion e uma Sacerdote de Titania, em uma tacada só, respondendo a uma Armadura Seda de Aranha. Com apenas uma floresta na mesa, Alessandro só pôde me observar crescer e anular todo o resto. O timing do Eletrotruque foi essencial: um pouco antes ele teria a Titania para reconstruir o board, um pouco depois ele teria a Armadura e seria muito mais difícil de jogar.
 
5 vitórias e 2 derrotas
 
Com esse excelente resultado consegui uma esplendorosa 11º posição em um torneio de quase 80 jogadores! Saí de lá com a sensação de dever cumprido já que resolvi não abandonar lá naquela hora do Ornitoptero 0/2 drop.

Parando para analisar os decks dos colegas em posições melhores vi que o melhor colocado no suíço foi Ricardo Mattana, com um UR Skred similar, porém, não igual ao meu. Eis a lista:
 
UR Skred - Ricardo Mattana

UR Skred R. Mattana - Pauper
2018-02-05

Jogador

JorgeJacoh

Visitas

5483

Código Fórum

[deck=800280]
 
Analisando esta lista, dá para perceber uma abordagem diferente ao utilizar dois Cone de Vapor para segurar ameaças que o Skred não alcança (como as criaturas do Mono White Heroic, um Pescador Grumag ou Atog). E o Fluxo de Aura está lá…
 
Para não concluir
 
Vale aquela lição bacana de não dropar cedo em torneios grandes. Jogar até o final, mesmo que por diversão, pode ser recompensador. Mesmo que não financeiramente. Ainda acredito que seja um jogo de recompensas baseados na experiência e perseverança. Percebi também que o clima do torneio se manteve amistoso e amigável a maior parte do tempo. Vamos manter assim…

obs.: Após minha primeira derrota, compartilho minhas frustrações com minha querida esposa e eis como ela me responde:



Diretamente do RJ: “Olha o que você esqueceu em casa…”
 

Jorge Jacoh Ferreira ( JorgeJacoh)
Jorge "Professor Pauper" Jacoh Ferreira é professor por profissão
e nas horas vagas também enchendo o saco de todo
mundo com esse negócio de Pauper.
Redes Sociais: Facebook
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

"Sideboardeando" no Pauper

Se preparando para grandes eventos.


Entrando no Mundo do Pauper

Entrando no formato das comuns.


Real Rogues – Mangusto Limiar Delirium

Atacando o Pauper!


Tombar só me faz ganhar

O Pauper BG Dredge.


Peregrine Drake está Banido

O dragão não voa mais no pauper do Magic Online.

MTG Cards



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

JorgeJacoh (13/02/2018 09:05:26)

Pois é...
valeu a dica.
Meu amadorismo me denuncia... rs

JorgeJacoh (13/02/2018 09:04:47)

No meu caso, geralmente é tudo isso ao mesmo tempo...
^^

JorgeJacoh (13/02/2018 09:04:03)

150% de chance...
=D

JorgeJacoh (13/02/2018 09:03:41)

Vlw Gil brother.
Vindo de um cara do seu calibre, vai ser sempre um privilégio esse elogio.

GNemesis (12/02/2018 09:03:28)

Começou mal mas não deixou abater e no final das contas foi muito bem, é assim que tem que ser. Parabéns meu amigo!

TitanRJ (11/02/2018 02:01:03)

Boa Jorge. Bom texto.

To pressentindo que vc vai de UB Flicker no próximo...

AdrianoTT (09/02/2018 19:50:39)

Muito bom saber que isso ["No segundo game, ele me esmagou rapidamente respondendo tudo o que eu fazia com uma eficiência brutal. "] acontece com os jogadores bons também. Já aconteceu muitas vezes comigo, eu pensava que era só "ruindade" minha. Já tive muitos jogos que eu "tento" entrar, ai o cara me anula, eu consigo entrar, ai o cara me destroi. Ai ele baixa varias criaturas e acaba comigo.

Ai a gente pensa, ou esse cara é muito bom, ou o deck dele é muito bom, ou eu sou muito ruim. :(

AdrianoTT (09/02/2018 16:02:05)

Jorge, só uma pergunta, onde você colocou "game 1, game 2, game 3, game 4..." etc, não seria melhor chamar de Match 1, Match 2, etc? Como é chamada a "partida" no MOL.

AdrianoTT (09/02/2018 15:55:48)

"Eu estava com vontade de tacar fogo no UR Skred com caixinha e tudo! "

kkkkkkkkkk

AdrianoTT (09/02/2018 15:53:26)

"Para resumir o game 2, Coagir no turno 1 Retorcer a Mente no turno 2. Ratos Chiadores no turno 3. Extenuar no turno 4. Já está de bom tamanho né?"

Poxa, vou cobrar direitos autorais a esse ai! Você está descrevendo o que o meu MBC faz... Mudei ele muito pra chegar numa configuração assim, mas as cartas que voce citou no game 1, eu não uso.

AdrianoTT (09/02/2018 15:37:15)

"Minha desculpa é: Como um grande entusiasta do formato, tenho uns 15 decks de Pauper e um bom hábito de jogar pelo prazer, sendo que a cada semana estou jogando com um deck diferente na minha lojinha predileta (bjks na careca do João). Isso basicamente acarreta duas principais consequências: A primeira é que eu não vejo muitas vitórias na minha lojinha do amor a muito tempo. E a segunda é que a falta de treino e foco em um único deck me torna uma presa fácil para jogadores mais dedicados."

Eu estava pensando que esse problema era comigo, ainda bem que você tem esse mesmo problema! :P Se você com vários anos de pauper tem esse problema, eu que tenho apenas alguns meses, não poderia deixar de ter também. Eu também fico trocando muito de deck, tenho uns 10 atualmente e ainda estou criando mais uns 4 diferentes que, obviamente, tem cartas de outros decks famosos, mas tem tanta coisa diferente que não podem ser considerados os mesmos decks famosos. Tem um deles que estou ganhando de muito deck que eu não ganhava com nenhum deck metagame que eu tenho. Estou impressionado com esse meu deck, tambem nao sei se o que está acontecendo é porque os caras com quem estou jogando contra tomam um susto, por nao conhecer o deck e ai não sabe o que fazer. Estou testando ainda, mas, se continuar ganhando da turma que estou ganhando, vou postar em breve o deck tech dele e algumas gameplays que venho filmando no meu canal! :)

JorgeJacoh (09/02/2018 09:29:43)

Vlw pelo comentário parceiro,
estou usando vapor snag no meu Skred agora...
;D

JorgeJacoh (09/02/2018 09:28:49)

Concordo.
Fade Away me parece mais útil no MonoU Delver, mas eu nunca tive a chance de usar. Você tem razão com relação as escolhas: deixar o oponente escolher é sempre bem ruim. Mas quebrando a color pie como o Fade Away faz pode ser que valha a pena... vale os testes.

JorgeJacoh (09/02/2018 09:26:49)

Legal cara...
Continue acompanhando a gente e comentando nos posts. Isso mostra o quanto a nossa comunidade é forte.
Obrigado pelo feedback.

Iamoak (08/02/2018 23:17:17)

Ótimo report/artigo, parabéns!
Interessante o uso do Estudo Ristico.
Gostei do vapor snag na lista do Ricardo, meu deu ideias pro meu ur fadas!
E poxa, aura flux faz falta as vezes! Haha

Trinkinha (08/02/2018 20:28:44)

Não entendi a comparação com aura flux, já que está é excelente. Fade away no monoU também não me convence, de novo são 3 mana pra deixar o oponente fazer escolhas melhores (pq vc tem de escolher oq salva antes) e ainda voltar sem medo de counter.

Coldplayer (08/02/2018 18:11:29)

Excelente artigo!
É bom ver que a Liga Magic está dedicando artigos ao Pauper.
Jogo o formato desde o ano passado, acho muito bom ter um formato em que se pode fazer um deck competitivo com baixo custo e com a durabilidade que os formatos "eternos" fornecem.

JorgeJacoh (08/02/2018 15:52:19)

O nome dela é Anna'O.
É a gata mais mau humorada do RJ.
A mais fofa tb...

JorgeJacoh (08/02/2018 15:50:19)

Cara jogar de LD (Land destruction) é pedir para não ter amigos no Pauper.
#Fikdik

Rsrsrs
Brincadeira, ok?

JorgeJacoh (08/02/2018 15:48:44)

A ideia é excelente.
Mas acredito que seja mais viável em um MonoBlue Delver do que no Skred. Porque o segundo possui mais formas de lidar com criaturas.
O grande problema são os encaminhamentos. Daí o "dilema do AuraFlux".

Obs.: Escrevi AuraFlux tantas vezes no meu celular que o corretor ortográfico já até decorou...

JorgeJacoh (08/02/2018 15:45:48)

Vc está sendo modesto.
Mereceu a vitória porque jogou muito.
Parabéns pela conquista.
Vou tentar acompanhar mais o seu blog Stompyy.

JorgeJacoh (08/02/2018 15:43:29)

Vlw pelo elogio amigo.
Assim a gente fica mimado para fazer mais e melhor. O que não é necessariamente uma coisa ruim...
:P

JorgeJacoh (08/02/2018 15:42:18)

Vlw pelo suporte parceiro.
Quanto mais melhor.
:D

vitalesama (08/02/2018 11:48:48)

ASUHUASHUASHUAHASUHAUSHUAHAHAH a foto foi sensacional kkkkk

Reds (08/02/2018 01:10:07)

Tenho um amigo que usa uma versão UR control com lands destructions e umas cartas diferentes (ele não copia decks da internet kk), como eu jogava de elfos e era um dos decks mais temidos, ele buildou com fade away de main deck, já perdi diversos jogos para a carta. (Note que meu elfos é uma versão antes do lead, então não sei certo do impacto que pode causar)

Trinkinha (08/02/2018 00:10:52)

Digo, fade away

Trinkinha (08/02/2018 00:04:42)

Desvanecer/Fade out?
Já pensei nessa carta, mas por ser feitiço fico em dúvidas se e o quanto funciona.
Provavelmente será usada num mid game, onde vc vai gastar 3 manas + mana pra salvar algum bixo seu, como você é o jogador ativo vai ter de tomar as decisões antes, depois o oponente escolhe já sabendo sua situação. Um elfo paga fácil no geral, um rdw com mesa farta paga pra uns e sacrifica algo, stomp volta de land burning-tree e ta novo.. no geral vc acaba tapando tudo no seu turno e passa sem ter resposta e correndo o risco de levar um gg.
Se fosse instant acho que seria muito boa, ouv talvez se fosse só para os oponentes..
Sei lá, não consigo ver dando certo, se to esquecendo algo gostaria muito de saber, kk
A ideia do estudo ristico achei boa, mas parece lento nesse field

Thorgrim (07/02/2018 23:38:07)

Estou longe de ser o "monstro do Pauper", jogo o formato há um pouco mais de um ano kkk
Quero muito jogar essa final Pauper do CLM!

Thorgrim (07/02/2018 23:36:54)

Aew Jorge, parabéns pelo resultado!

Os decks que você enfrentou com certeza foram mais complicados do que os meus, enfrentar 2 GW Auras é tristeza.

Obrigado por ter citado minha lista. Te vejo no próximo torneio grande de Pauper!

Abs

RGermano (07/02/2018 23:00:23)

Texto muito bem escrito, parabéns!

RJFelicio (07/02/2018 21:59:23)

Artigo top demais ! Valeu professor por compartilhar conosco.

JorgeJacoh (07/02/2018 19:38:10)

Pois é.
Uma relíquia com certeza faria falta. Mas como eu costumo ter bons matchs contra Tortured Existence não me importei. Agora, o AuraFlux...
Vlw pelas dicas.

xAghanim (07/02/2018 19:32:12)

Pra quem troca de baralho toda hora, você foi bem. Mas se focasse em um só, teria muito mais entrosamento com seu deck...

xAghanim (07/02/2018 19:30:22)

Você não poderia ir num evento desse tamanho sem se proteger de Auras e Graveyard. Faltou Aura Flux e Relic no seu side. Não dá pra ir num evento de 80 players com o mesmo sideboard da loja, você sabe disso hahaha

Apesar do Estudo Rístico ter ganhado alguns jogos (inclusive contra meu Mono Blue), não é carta pra esse baralho...

RJFelicio (07/02/2018 19:27:44)

Artigo top demais ! Valeu professor por compartilhar conosco.

JorgeJacoh (07/02/2018 19:16:17)

Putz.
Vindo do mestre Sandoiche esse elogio fez o meu dia.
Vlw mestre!
E espero um dia estar no nível.

JorgeJacoh (07/02/2018 19:14:47)

Tentei e sei que ajudou parceiro, apesar de não ter comprado tantas cartas quanto gostaria. Mas sei que botou aquela pressão. Foi uma excelente ideia.

joaodericardo (07/02/2018 16:45:15)

a foto dos aura flux huahuahua :) vlw

gatekrj (07/02/2018 15:43:39)

Fala Jacohbson. Fiquei feliz em ver que utilizou "nossa tecnologia" (minha e do Clemilson) de usar Estudo Rístico pra abusar (ainda mais) do card advantage no Skred. Como sugestão deixo o uso de 2 ou 3 Desvanecer caso tope por ai com field muito aggro (Stompy, Elfos, Affinity...). Sucesso e tmj!

VIP OURO kk3kk4 (07/02/2018 15:38:56)

Hueuehueheuheuhe. Muito bom. A foto no final foi a melhor!