O Submundo do Modern - Heartless Eldrazi
28/02/2018 10:00 / 6,498 visualizações / 4 comentários

 

Fala, galera do Modern! Eu já devo ter escrito, ou pelo menos visto, dezenas de decks diferentes que envolvem Eldrazi nesse formato. Desde que eles invadiram o Modern, lá naquele "Inverno Eldrazi",a presença deles aqui ainda é forte. Tanto que eu aposto que, apesar de todos esses decks que já presenciei, ainda não foram todos e ainda teremos muitos no futuro. De qualquer maneira, hoje é dia de ver mais uma casa que eles encontraram, porém bem exótica, diga-se de passagem.
 
Pilotada pelo usuário Tenshi numa Liga no Magic Online, a lista é Monoblack com um leve splash vermelho para algumas cartas no sideboard. Porém, o principal foco aqui é abusar da mecânica emerge de uma maneira um tanto... Cruel. Vejam a lista:

 

Heartless Eldrazi - Modern
2018-02-26

Jogador

Teddy_Bear_X

Visitas

6864

Código Fórum

[deck=819550]

 

Não tem como deixar de perceber que uma das maiores surpresas aqui é a presença de Heartless Summoning. Quando essa carta foi lançada, tentaram de inúmeras maneiras fazer com que ela quebrasse algum formato, fosse ele Modern ou Standard, porém, ninguém foi bem sucedido e, apesar de a carta ter feito várias aparições em diferentes estratégias na época, em ambos os formatos, ela acabou sumindo depois que a coleção passou e a hype sumiu. Mas... Aqui a história com ela é um pouco diferente, pois não estamos tentando quebrar nada. Sua presença nessa lista só deixa algo que já é bom, melhor ainda.
 
 
Emerge, habilidade presente em nosso Distended Mindbender, permite que ele seja conjurado por um custo levemente menor, desde que sacrifiquemos uma criatura para isso e, por consequência/conveniência, acabamos por diminuir mais ainda o custo para ele ser conjurado. Numa matemática simples, podemos conjurar qualquer um de nossos Eldrazi de custo 3 no turno 2 com a ajuda de um Eldrazi Temple e, no próximo turno, sacrificarmos ele para já botar em jogo um Distended Mindbender (3 manas de nosso Eldrazi e mais 4 manas de nossos terrenos).
 
É impossível nessa lista conseguir um Distended Mindbender antes do terceiro turno, porém, com a presença de Heartless Summoning, as chances disso acontecer no terceiro turno aumentam bastante, pois nesse caso esse encantamento consegue agir como duas cópias adicionais de Eldrazi Temple. A ordem dos fatores aqui mudaria apenas um pouco, onde conjuramos o encantamento em nosso segundo turno e, no turno seguinte, mandamos para o campo de batalha um desses Eldrazi de custo 3 por apenas uma mana e já emendamos o Mindbender que custará 5 manas a menos no emerge pela combinação do sacrifício desse Eldrazi e a redução de custo oferecida pelo encantamento. Pode parecer estranho, mas mesmo sendo uma habilidade, emerge ainda nos faz conjurar a criatura, mesmo que por um custo alternativo, então também é reduzido em 2 pela presença de Heartless Summoning.
 
A diferença mais drástica de termos as nossas criaturas no campo de batalha com o encantamento na mesa é que elas ficam um pouco mais fracas. Acontece que nosso foco aqui nem é tanto poder, mas sim os efeitos, então um Distended Mindbender já no turno 3 tem grandes chances de acabar com qualquer estratégia, ainda mais pelo fato de que o descarte ocorre quando conjuramos ele, ou seja, mesmo que seja anulado ainda conseguimos tirar as cartas da mão do oponente.
 
 
Ainda contamos também com Abundant Maw, outro Eldrazi com emerge e que pode cair no campo de batalha na mesma velocidade que nosso Mindbender, dando uma de Siege Rhino e drenando os pontos de vida do oponente, porém. sendo de certa maneira mais agressivo, possuindo mais poder que o rinoceronte. Novamente, mesmo que receba o -1/-1 de nosso encantamento, seu efeito continua ótimo e seu corpo em batalha também não é de se jogar fora.
 
Essas são as principais interações que a lista possuí, mas outras menores ainda chamam a atenção e agregam muito à nossa estratégia. Algumas dessas ocorrem devido a presença de nossas Relic of Progenitus. Com ela podemos exilar logo nos primeiros turnos alguma carta do cemitério do oponente, fazendo com que um Wasteland Strangler se torne uma ótima arma contra decks agressivos, ainda mais quando for nossa única opção para servir de sacrifício para outro Eldrazi.
 
Outra interação, mais interessante ainda, é a possibilidade de exilarmos uma carta nossa, mais especificamente falando de nossos Eternal Scourge. Independente de como ela irá parar em nosso cemitério, seja morrendo heroicamente no campo de batalha, descartado ou como alimento para algum de nossos emerges, basta uma viradinha em nossa Relic of Progenitus para que ele possa voltar à ação de novo, e de novo, e de novo... O mais legal disso é que se tivermos duas cópias de Heartless Summoning em campo, essa criatura pode ser conjurada de graça sempre que fizermos esse processo. Claro que ela será uma mera criatura 1/1, mas uma (ou mais) criatura 1/1 TODO TURNO de graça para nos defender não parece uma má ideia em determinadas situações.
 
As outras criaturas do deck são um pouco mais lineares. Thought-Knot Seer nem precisa de muita explicação para estar aqui, já que é um dos melhores Eldrazi existentes, mas imaginem usar esse Eldrazi como ponte para nosso tão falado Distended Mindbender. Podemos organizar a pilha de habilidades para que a habilidade de sair do campo de dele resolva antes dos descartes do Mindbender, nos dando a possibilidade de descartar o card que o oponente acabou de comprar. Tudo isso sendo possível também em nosso 3º turno.
 
Por último, Ulamog, the Ceaseless Hunger é provavelmente a única carta que não iremos usar como sacrifício e é, obviamente, suficientemente boa sozinha. Geralmente esses gigantes são usados em conjunto com os terrenos de Urza, mas o Ulamog não possui um custo tão absurdo que não possa ser conjurado com um ou outro Eldrazi Temple em conjunto com um Heartless Summoning.
 
Temos apenas uma cópia do Ulamog no deck, mas as três cópias que temos de Sanctum of Ugin permitem que ele seja procurado sempre que conjuramos um Distended Mindbender ou um Abundant Maw. Aliás, esse terreno permite uma cadeia de Eldrazi com emerge muito interessante, onde procuramos um desses grandões sempre que conjuramos um desses grandões e que ainda podem servir de alimento para os próximos grandões. Se um Distended Mindbender já era um empecilho e tanto para o oponente por tirar duas cartas, imagem outro tirando mais duas no próximo turno sem problema algum para nós o conjurarmos ou acharmos.
 
Vejam esse exemplo de uma abertura pra lá de perfeita:

Turno 1: Pântano, Relic of Progenitus;
Turno 2: Sanctum of Ugin, Heartless Summoning;
Turno 3: Pântano, Eternal Scourge já sendo sacrificado para um Distended Mindbender, que já nos permite sacrificar nosso Sanctum of Ugin e procurar por outro Distended Mindbender;
Turno 4: Terreno qualquer, exilamos nosso Eternal Scourge com a Relic of Progenitus, conjuramos ele e já usamos ele para conjurar o segundo Distended Mindbender.
 
Só lucro!
 
Claro que não é algo que o deck fará sempre, mas é uma mão inicial não muito rara também devido à quantidade de cada uma dessas cartas que temos. O fato de exilarmos nosso Eternal Scourge para ser conjurado de novo é apenas um luxo nesse exemplo, pois poderiam ser quaisquer criaturas de custo 3 que temos na lista sendo conjuradas para o primeiro e o segundo Mindbender.
 
Como disse, mesmo com nossas criaturas ligeiramente mais fracas em algumas situações, elas ainda continuam sendo grandes. Contra as pequenas, caso nosso início não seja tão rápido, ou então precisarmos de algo para que nossas criaturas grandes derrote as do oponente, contamos com Dismember e Spatial Contortion, onde essa última pode inclusive nos ajudar a encerrar as partidas mais rápido do que o oponente espera. Caso uma horda de criaturas ainda seja o problema, nada que um Kozilek's Return não resolva após adicionarmos nosso sideboard.
 
Ainda temos duas cópias de Chalice of the Void aqui, impedindo alguns combos ou até mesmo estratégias rápidas conjurando ele com 1 marcador. Já cansei de dizer nos meus textos sobre a quantidade enorme de cartas importantes que o formato trás com esse custo de mana convertido então, mais ou menos como uma Blood Moon, ele funciona em quase todos os decks.
 
O deck é interessante e conta com altas interações mirabolantes, o fator surpresa aqui pode deixar o oponente sem saber o que fazer muitas vezes. Essa combinação de cores com os Eldrazi é bem inusitadas, mas pode ser muito bem aproveitada como vimos em toda essa descrição da lista.
 
Espero que vocês tenham curtido e lhes espero novamente daqui a alguns dias em mais um Submundo do Modern! Abraços!
 
 

LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

Chamando o Clã-de-Krark!

Analisando o KCI Modern.


Existe uma perturbação na força

Analisando o GP Modern em Las Vegas.


Na Grande Final do CLM11: Affinity

Modern: Affinity, de Celso Antonio Godoy Junior.


Real Rogues! – U/R Magos, começou a bruxaria!

Fazendo magias no Standard.





Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

rodrigo-3190 (02/03/2018 15:30:47)

Deck bacana, mas acho que precisa um pouquinho mais de hand disruption para poder bater de frente com decks do meta. Bem legal esses artigos.

Cliff_Rannie (28/02/2018 13:20:52)

Excelente deck tech! Pena que odeie esses monstrinhos.

Walter_Makoto (28/02/2018 13:01:05)

Aquela lista padrão submundo que você adora, vale o teste.

jadsonwy (28/02/2018 11:53:49)

vermelho sem raio ! hahahah

Esse deck lembra muito aqueles deck Eldrazi iniciais com o Heartless Summoning e Relic progenitus.