Sleeves na Buró
A Hora do Pauper: Uma nova era no Pauper?
Análise sobre os recentes banimentos do formato.
23/05/2019 10:05 - 13.360 visualizações - 59 comentários
Load or Cast

E aí galera, tudo bem? Meu nome é Heli e estou escrevendo pela primeira vez para a LigaMagic e sobre um assunto bem polêmico, o novo banimento no formato Pauper. No último dia 20, a WoTC resolveu banir três cartas: Gush, Gitaxian Probe e Daze. Essa foi uma notícia um tanto quanto bombástica e no momento que estou escrevendo esse artigo não ponderei sobre toda a extensão dessas mudanças, que mudará o formato de uma forma drástica.

 


Primeiro gostaria de apresentar os argumentos da WoTC para o banimento, logo depois comentar sobre eles e por fim, apresentar os meus argumentos.


Hoje o metagame possui três grandes arquétipos: Tron decks, Monarca decks e Delver decks. Esses decks suprimiam boa parte do metagame, possuindo ótimas win rates no MOL. O UB Delver tem sido o deck “to beat” do formato, conquistando muitos resultados positivos, inclusive no IRL (foi campeão do CLM 12), sendo um deck extremamente competitivo e consistente.


Bom, o artigo Ian Duke começa citando a win rate do UB e melhora dos decks tempo com o downgrade de Augur of Bolas e Frustrar, acrescentando que a cor Azul já possui as melhores cantrips. Ele cita também que vários cenários foram estudados e a melhor combinação seria enfraquecer os decks tempo azuis, retirando essas "free spells" do formato.


No complemento do artigo, é citado que eles estão observando a mecânica de Monarca, que eles sabem que é muito forte, porém possibilita a manutenção de decks que não existiriam sem ela. Finalizando, eles entendem que esse banimento pode ocasionar um aumento de Tron decks, mas acreditam que mesmo assim mais arquétipos irão voltar ao formato.


Bom, eu começo falando: COMO ASSIM?!?! Azul é possivelmente a cor mais forte do Magic, certo? Em todos os formatos! Essas cartas são exemplos claros disso, mas vou falar mais disso no final do artigo...E uma equipe que decide fazer um banimento como esse, precisa analisar os decks que irão ser fortalecidos com essa mudança!


O primeiro ponto que gostaria de comentar é a questão do win rate do UB no Magic Online...só MOL? Onde está a avaliação do IRL? A WoTC fez um MCQ Pauper e o vencedor foi um GW Auras...UB Delver é um deck forte? Sim! Mas é imbatível? Nem de longe... A questão é que o deck ganha dos decks que ganham dos outros...meio confuso né? Pense num campeonato com 16 decks diferentes, em que três decks são bons contra cinco decks cada um; UB acaba ganhando desses três decks, fazendo dele um deck que sempre está na frente dos torneios. Gush e cantrips são fortes? Sim, elas estão na lista das melhores cartas do Magic porém a grande diferença são as cartas que elas buscam. No Legacy, as cartas que você busca podem te fazer ganham no próximo turno, o que não acontece no Pauper. Não é um deck tão simples de ser jogado, mas digo que ele te possibilita jogar um Magic pleno, explorar tudo que o jogo tem a te oferecer.


Outro ponto é a questão de Augur of Bolas e Frustrar; a primeira realmente é uma criatura que bloqueia quase todas as ameaças do formato, além de te cavar recurso; a segunda é uma anulação "free" que complementava o deck, adicionando uma camada de último recurso aos jogos. A combinação disso tudo com cantrips, Delver of Secrets e Gurmag Angler criava um deck tempo fortíssimo, que realmente me parecia estar acima dos outros, mesmo reinando a menos tempo que UR Skred e Boros Monarca.

 

 

Eu acredito que podemos analisar o banimento e suas consequências de várias maneiras, além do que tenho jogado muito com o deck, inclusive com ótimos cenários nos campeonatos IRL, então sei exatamente como o deck se comporta e como ele tem regulado o formato. Monarca e Tron decks desequilibrarão o formato nessas próximas semanas, por serem escolhas óbvias e que já estão prontos. Esse banimento matou diretamente com dois decks: UB Delver (no formato que está hoje) e Tireless Tribe (talvez ressurja em algum momento) e nerfou mais três: UR Blitz, MonoU Delver e UR Skred. Acredito também que vários clássicos irão voltar a aparecer como Stompy, RDW e possivelmente o White Weenie, além dos aggro/combo como Affinity e Burn.


A pergunta é: POR QUÊ??? A resposta para mim é que a WoTC claramente foi influenciada por alguns produtores de conteúdo que pediam incessantemente o banimento de Gush (e mais outras), além de ter problemas em diminuir o power level do formato. Isso é ruim? Não necessariamente, mas é uma escolha que espero estar vindo realmente de um estudo, um acompanhamento do formato, que estava em ascensão e que agora respira por aparelhos. Tivemos um MCQ de um formato que nem é sancionado esse ano, mas mesmo assim não sei qual a postura da WoTC em relação ao desenvolvimento do Pauper.


Mas Heli, se o azul é a melhor cor, o UB estava oprimindo outros decks e Gush é realmente uma carta overpower, por que você discorda do banimento??? A resposta é simples: banir é a forma menos complexa (em matéria de gameplay e desenvolvimento) para impactar o formato. Se Azul é a melhor cor, por que não oferecer cartas para que as outras cores da color pie sejam equivalentes? Eu sei que talvez não tenhamos "gush" nas outras cores, mas se hoje vemos decks que conseguem rivalizar contra os Delver decks, é possível ampliar o horizonte do formato. Não tenho uma lista definitiva, mas pesquisei muitas cartas que poderiam ajudar nesse sentido.


Outra possibilidade que víamos era um banimento da tríade de decks de Delver, Tron e Monarca, pois aí sim os argumentos que muitas cartas com power level fora da curva impactavam o formato de forma negativa, diminuindo a chance de outros arquétipos ou builds vingarem, seria válido. Assim, teríamos um formato mais justo, onde o power level exagerado teria sido retirado, oferecendo espaço para que o formato respirasse novos ares, podendo recomeçar seus arquétipos com mecânicas mais simples e equilibradas.


O formato tem algumas necessidades que ainda não foram analisadas, como por exemplo a base de mana. É difícil ter um deck aggro usando lifegain lands! Precisamos de uma forma de ter manas de duas cores diferentes nos dois primeiros turnos, sem depender da sorte! Retirando o UB da equação, decks de Monarca e Tron irão subir (e isso já está acontencendo no MOL) e isso dificulta (talvez até mais) a vida dos decks aggros, pois são decks com vários removals e efeitos de "fog", que criam loops difíceis de escapar em decks explosivos.


Mesmo não querendo o banimento, entendo que talvez ele fosse necessário, para que mudanças ocorram e o formato volte a ser mais justo. Claro, que daqui a três meses, poderemos estar rindo desse fatídico dia 20/05/2019, vendo o quanto o Pauper se tornou saudável e mais divertido, mas uma coisa não podemos esquecer: o formato nasceu como um Legacy light, onde power level era uma das maiores características, nos levando a usar cartas fortes em um contexto mais raso, onde muitas cartas saíram da curva (Storm, Invigorate, Peregrine Drake, Cloud of Faeries ) mas mesmo assim o formato evoluiu e se tornou complexo mesmo com pouca atenção da WoTC, se favorecendo primordialmente desta excelente comunidade, que tanto se dedica e se importa com formato!

 

Quero muito que o formato volte a ser frequentado e comentado pelos veículos oficiais e explorados por produtores de conteúdo e profissionais! É um formato que merece esse reconhecimento e atenção da WoTC. Eu espero que a influência da equipe de R&D não apareça apenas para o banimento, mas sim no estudo amplo de como o formato funciona e o que ele realmente precisa. Quero muito uma nova era no Pauper!

Heli Mateus ( helimateus)
Heli Mateus conheceu o Magic em 1998, mas começou a jogar em 2015 quando conheceu o
formato Pauper. Hoje é entusiasta do formato e produtor de conteúdo, principalmente como
podcaster sendo host do PauperView e cohost do RakdosCast.
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 04/06/2019 09:30
Excelente artigo, Heli

Sobre os "busters":
"Tem gente que não pode ver uma vergonha que já quer passar"
- P.J.
(Quote)
- 27/05/2019 11:39
Não dá pra saber se a Wizards fez um estudo profundo e adequado para realizar esse banimento ou se apenas pegou os dados das cartas mais usadas e o deck mais forte e simplesmente baniu em cima dessas informações, mas tudo leva a crer que trata-se do segundo caso.

A Wizards sabe (ela sabe, eu sei e você também sabe) sobre a força do azul no formato historicamente, e mesmo assim faz downshift de Peregrine Drake, Augur of Bolas e Foil.
E pior, seus últimos dois banimentos foram problemas causados ou agravados por esses downshifts.
Então na minha opinião é notável que a Wizards está se esforçando (de uma forma desajeitada, mas está) para manter o Pauper saudável, mas visivelmente, na minha concepção, não está fazendo todo esse estudo aprofundado para tomar as decisões mais importantes para o formato, que são os downshits e banimentos.

Não se iludam. A empresa é desorganizada desde os seus primórdios. Apesar de que ela mais acerta do que erra, para a nossa alegria pelo menos.

Acabou de sair o resultado do primeiro Challenger pós ban e a quantidade de Trons (sendo a maioria Fog Trons) é praticamente o dobro do segundo deck mais usado dentre os 32 primeiros.
O segundo lugar ficou com o BW Pestilence. Pelo menos tivemos gratas surpresas, ainda com Tribe e Blitz no meta. Estou ansioso para ver as listas.

Talvez seja muito cedo para isso, mas espero não estar presenciando, depois de muitos anos com esse medo, o início da era em que o Tron vai dominar o formato.

Não precisamos e não queremos novos banimentos.
Wizards, aprenda a concertar as coisas sem precisar banir cartas de forma aleatória (leia-se Daze), lançando cartas fortes para os demais arquétipos oprimidos pelo meta atual ou até mesmo desbanindo algumas cartas. E principalmente tenham mais cuidado com o powerlevel e as cores dos cards que receberão dowshifts daqui pra frente.
(Quote)
- 27/05/2019 08:43
Grande artigo Heli.
Parabéns!!!
(Quote)
- 27/05/2019 06:51

Dessas só o goblin grenade mereceria o teste na minha opinião, justamente por Agro não estar tão bem posicionado assim

(Quote)
- 26/05/2019 14:24
Quem vai parar o burn agora?
Últimos artigos de Heli Mateus
Hora do Pauper - Destaques de DMU para o Pauper
A completude Phyrexiana invade Dominária e ainda agrega ferramentas ao Pauper
5.056 views
Hora do Pauper - Destaques de DMU para o Pauper
A completude Phyrexiana invade Dominária e ainda agrega ferramentas ao Pauper
5.056 views
Há 29 dias — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - Baldur e seus Portões
Os Portões de Baldur oferecem um novo caminho para o formato.
4.774 views
Hora do Pauper - Baldur e seus Portões
Os Portões de Baldur oferecem um novo caminho para o formato.
4.774 views
17/08/2022 10:05 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - Destaques de Double Masters para o Pauper
São tantos downgrades que essa edição deveria ser chamada de Pauper Masters!
8.658 views
Hora do Pauper - Destaques de Double Masters para o Pauper
São tantos downgrades que essa edição deveria ser chamada de Pauper Masters!
8.658 views
01/07/2022 10:05 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - Destaques de CLB para o Pauper
Avaliando as opções que o retorno da Forgotten Realms traz para o Pauper
7.061 views
Hora do Pauper - Destaques de CLB para o Pauper
Avaliando as opções que o retorno da Forgotten Realms traz para o Pauper
7.061 views
10/06/2022 10:05 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - Artefato é o novo Azul
Avaliando a evolução do metagame após os últimos banimentos
6.409 views
Hora do Pauper - Artefato é o novo Azul
Avaliando a evolução do metagame após os últimos banimentos
6.409 views
19/05/2022 10:05 — Por Heli Mateus