A Hora do Pauper: Jeskai Snow
Uma análise sobre o mais novo deck do inverno Pauper
31/07/2019 10:05 - 14.916 visualizações - 20 comentários

E aí galera, tudo bem? Aqui quem vos escreve é o Heli e hoje venho trazer meu primeiro deck tech aqui na LigaMagic! O deck escolhido foi o Jeskai Snow, que tem conseguido ótimos resultados no MOL, inclusive contra o vilão dos midranges, o Tron. Segue abaixo a lista do nosso amigo Alexandre Lindoso, que fez 6-1 no Challenge do dia 21/07/19:


Jeskai Snow - Challenge 21/07/19
10721 visualizações
26/07/2019
R$ 266,22
R$ 528,46
R$ 1.839,97
10721 visualizações
26/07/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (19)
4  Falcão Cintilante 1,90
4  Buscador do Caminho  0,21
4  Pescador Celeste Kor  0,60
2  Mago das Quinquilharias  0,49
2  Arqueomante   0,09
3  Vaga-Pensador  2,88
Mágicas (15)
2  Efemerar 0,70
4  Miniavalanche 15,30
4  Preordenar 15,75
4  Contramágica  0,48
1  Fogo // Gelo  //  0,24
Artefatos (7)
4  Astrolábio de ArcumS0,69
1  Relíquia de Progenitus 11,70
2  Prisma Profético 0,14
Terrenos (19)
3  Desolação Fumegante4,46
10  Ilha da Neve2,47
2  Montanha da Neve1,75
3  Planície da Neve1,55
1  Terras em Desenvolvimento0,05
60 cards total

Sideboard (15)
1  Delir 0,28
2  Eletrotruque 0,63
1  Explosão Hídrica 2,00
3  Explosão de Chamas 9,48
1  Relíquia de Progenitus 11,70
2  Xamã dos Gorilas 2,99
2  Missionário Solitário  0,25
1  Portador do Estandarte  4,99
1  Rancor Antigo  0,24
1  Sem vestígios  1,41


Jogar com três cores no Pauper sempre foi uma dificuldade imensa, devido a base de mana lenta que o formato possui, sendo necessário o uso de terrenos básicos para resolver esse problema, o que pode limitar muito as suas opções. Eis que Modern Horizons chegou e trouxe a fantástica Arcum's Astrolabe, que tem causado um estado quase de pânico, devido às possibilidades que ela gerou.


Sendo assim, as variações apresentadas elevam o deck a um dos tier 1 do formato, devido a sua resiliência no maindeck e versatilidade no sideboard, variando seu estilo de jogo para se adaptar a necessidade. Vejamos algumas características do deck:


Astropack: vou me referir assim, a um pacote de cartas que contemplam 4 Kor Skyfisher, 4 Glint Hawk, 4 Arcum's Astrolabe e 2-4 Prophetic Prism. Esse pacote é quem mais está dando dor de cabeça, polarizando opiniões, com alguns mais radicais já pedindo o banimento do Arcum’s Astrolabe. A realidade é que já podemos comprovar a força desse pacote, sendo capaz de gerar recursos que levam a vitória, muitas vezes colocando até quatro criaturas em campo no mesmo turno, turbinando seu Seeker of the Way. A realidade é que o formato hoje ressurge com a maior quantidade de novidades já vistas no formato! Ok, muitos decks usam o mesmo pacote, mas mesmo decks já conhecidos tem retornado e novos decks (inclusive combos!) surgem semanalmente. Bom, especificamente no Jeskai, o Astropack corrige as cores de mana, além do Astrolabe aumentar a eficiência do Skred, fornece card advantage tirando valor dos bounces e possui uma sinergia absurda com o Seeker.


Seeker of the Way: essa criatura, que a algum tempo entrou no formato, é a saída para acelerar os jogos com Tron ou contra decks aggros, ganhando pontos de vida essenciais nessas matches. Seu aumento de poder e ganho de vida, são potencializados com o Astropack, sendo umas das wincons mais fortes do deck.


Ephemerate: outra adição de Modern Horizons, que potencializou as cartas com ETB do formato. Vejam, que ela pode ser um substituto à altura do Ghostly Flicker (ou talvez até melhor em algumas circunstâncias), tendo a vantagem do CMC menor e do uso da mana branca, economizando as azuis para outras cartas. Rebound é uma habilidade com poucas cartas no formato, inclusive poucos players sabem exatamente como funciona, pois ela é exilada após ser resolvida e, na sua manutenção, você a casta sem pagar seus custos e após a resolução ela vai para seu cemitério; é importante saber exatamente esse funcionamento, pois isso pode te salvar dos grave hate. Outra sinergia muito útil é com o Mulldrifter pois, você pode castá-lo pelo Evoke, dar dois draws, responder o sacrifício com o Ephemerate e dar mais dois draws enquanto fica com a criatura 2/2 com fly na mesa!


Base de mana: possuindo apenas dezenove terrenos, o deck preza por lands desviradas, até porque as mágicas tem CMC baixo, sendo necessário mais manas desviradas para dar draws com o Astropack. Ash Barrens e Evolving Wilds são necessárias, para evitar zica nas cores, mesmo contando com as pedras de mana, principalmente por termos cartas como Counterspell e Archeomancer, que têm necessitam de duas manas azuis para castar. Outra boa opção é usar land artefato (não mais do que uma), pois elas são tutoráveis com o Trinket Mage.


Remoções: Skred e Fire // Ice são bem eficientes nesse quesito e brilham mais devido a presença do Archaeomancer. Com tantas permanentes nevadas, nem o Ulamog's Crusher está a salvo do Skred.


OPÇÕES PARA O MAIN DECK:

 

  • Lightning Bolt: nem preciso dizer muito, pois serve muito bem como remoção e como wincon, utilizando-se da recursividade do Archeomancer;
     
  • Ponder/Brainstorm: é possível encontrar espaço para duas cópias caso seu metagame seja difícil de prever, pois vai te ajudar a cavar as respostas, além de poder tirar proveito das fetches em ambos os casos;

 

  • Spreading Seas: mesmo sendo um encantamento, pode ser uma pedra no caminho do Tron. Com o bounce do Kor Skyfisher, pode-se tirar muito proveito dos draws, além de poder mudar os alvos, caso seu oponente tenha baixado outra peça (igual) do Tron, por exemplo;

 

  • Augur of Bolas: possui um ETB fortíssimo, principalmente se você usar um número maior de alvos. Seu efeito pode ser potencializado com o Ephemerate e o Kor Skyfisher.

 

  • Echoing Truth: é uma resposta genérica para muitas ameaças do formato atual, desde tokens de pássaros, Ulamog’s Crusher, encantamentos e até para salvar suas criaturas. Além, claro, pode ser recuperado com o Archeomancer;

 

  • Quarta cor: adicionar o preto nessa build é bem simples, sendo talvez necessário ajuste nas quantidade das fetches e adição de pelo menos um pântano, mesmo tendo o Arcum’s Astrolabe. Minha primeira escolha seria Gurmag Angler, pois tem algumas cartas que estarão no cemitério que não serão reaproveitadas. Remoções como Terminate e Doom Blade também são ótimas opções, além do Unearth, que vai devolver para o campo qualquer uma das suas ameaças. Outra opção interessante é o uso de algum Édito, caso você encontre muitos Auras no seu metagame;


SIDEBOARD

 

  • Red Elemental Blast / Pyroblast: essencial ter pelo menos três cópias, pois ainda temos muitas cartas azuis no formato, principalmente no Tron.

 

  • Blue Elemental Blast / Hydroblast: normalmente utilizada contra deck rápidos, acaba não sendo tão necessária devido ao ganho de vida do Seeker of the Way. Não deixe de usar, mas acredito que uma ou dois cópias devem bastar;
     
  • Dispel: o formato ainda possui muitas instantâneas, além de ser altamente recomendável para vencer counter wars;
     
  • Grave hate: Relic of Progenitus acredito ser a melhor opção, pois pode te ganhar tempo e ainda se cicla;
     
  • Artifact Hate: Gorilla Shaman e Ancient Grudge são as escolhas mais óbvias e totalmente necessárias. O Gorilla pode levar partidas devida a quantidade de lands desviradas que o deck possui;
     
  • Geral: aqui fica o espaço para opções que dependem do seu meta. Standard Bearer, Leave No Trace e Lone Missionary são opções equilibradas visando hate contra encantamentos e ganho de vida contra decks aggros, principalmente Burn. Electrickery também deve ser considerado, mesmo com a diminuição do MonoU, ela pode ser efetiva contra Stompy, Elfos e Auras.
     


OUTRAS OPÇÕES PARA O SIDEBOARD:
 

 

  • Swirling Sandstorm: mesmo não sendo uma opção muito rápida, pode sermuito útil para remover múltiplas criaturas, principalmente contra Affinity,Stompy e Elfos;
     
  • Ingot Chewer: outra criatura com Evoke que possui uma sinergia absurda com Ephemerate, podendo destruir até três artefatos com essa combinação, deixando ainda um corpo 3/3;
     
  • Wispmare: um caso similar ao Ingot Chewer, porém sendo um hate para encantamentos;
     
  • Weather the Storm: mais nova carta com Storm do formato, pode ser usada com tranquilidade aqui graças as pedras de mana, sendo possível ganhar muita vida, se valendo dos bounces.
     
  • Cartas pretas: se considerarmos o uso do preto, Duress e Divest são boas opções de descartes que podem ser usadas, principalmente nas mirrors de Snow e contra Tron.
     

O metagame atual está bem caótico, sendo bem difícil de prever toda sua amplitude. Conversando diariamente com os grinders do MOL, pude observar que muitas listas com o Astropack estão sendo testadas, o que traz uma referência em termos de sideboard. Segue abaixo algumas dicas que podem facilitar suas decisões na hora de montar sua lista:


Mirror e outros midranges: claro que card advantage é o segredo dessa partida, mas as gestões dos recursos são normalmente decisivas. Não tenha pressa nas suas respostas e estique o jogo, tentando achar uma brecha ou erro nas escolhas do seu oponente. Os grave hate e anulações ajudam muito nessas decisões, além das remoções de artefatos, principalmente para destruir o Arcum’s Astrolabe e diminuir o cad advantage do seu oponente.


Tron e outros big mana: o segredo aqui é velocidade, traduzida em forma de criatura com o Seeker of the Way. Mantenha ele no campo e crie um ambiente para que ele agrida seu oponente sempre. No pós side, gerencie seu grave hate, minando os loop do oponente, além dos fogs. Preste atenção também no ganho de vida com o Weather the Storm, agrida mas não gaste todos seus recursos de uma só vez.


Aggros e aggro-combo: saiba realizar trocas de criaturas e abuse do ganho de vida do Seeker of the Way. Não tenha medo de realizar blocks e saiba o momento de usar suas remoções, normalmente no seu próprio turno, para que você não tome um ataque maior. No pós side, use seus ganhos de vida, mesmo abrindo mão de algum card advantage, porque o tempo está a seu favor. Mantenha o foco e administre a sua vida como o recurso que é.


Bom galera, vou ficando por aqui e espero que tenham gostado da análise. Um abraço a todos e até mais!

Heli Mateus ( helimateus)
Heli Mateus conheceu o Magic em 1998, mas começou a jogar em 2015 quando conheceu o
formato Pauper. Hoje é entusiasta do formato e produtor de conteúdo, principalmente como
podcaster sendo host do PauperView e cohost do RakdosCast.
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 02/08/2019 11:47
Parece muito consistente, excelente análise, deu vontade de montar. Tier 1 no MTG Goldfish, aonde aparece com 2 x Mystic Remora no main, achei interessante. Parabéns pelo artigo!

https://www.mtggoldfish.com/archetype/pauper-wurg-88184#paper
(Quote)
- 01/08/2019 21:03

Pior q fiquei sabendo dessa história mesmo, foi uma pena mesmo...

(Quote)
- 01/08/2019 21:03

Sim, comecei a escrever o artigo semana passada, por isso usei a lista apresentada, mesmo acompanhado as listas do Mol. Não acho necessário o banimento de nenhuma carta no momento, mas entendo seu ponto de vista. É uma carta mto forte, potencializada com a qtde de cartas com ETB do formato

(Quote)
- 01/08/2019 21:00

Valeu! Acredito que vi continuar dando trabalho! Rs

(Quote)
- 01/08/2019 21:00

Acredito que o uso do Astrolabe está se equilibrando, mas com certeza é uma carta mto forte que merece atenção. Espero que as próximas adições ao formato possam ser tão boas quanto.

Últimos artigos de Heli Mateus
Hora do Pauper - O Pauper consegue se autorregular?
Entendendo como o formato está se estabilizando após a predominância do Tron.
3.926 views
Hora do Pauper - O Pauper consegue se autorregular?
Entendendo como o formato está se estabilizando após a predominância do Tron.
3.926 views
Há 5 dias — Por Heli Mateus
Hora do Pauper – GW Auras
Após receber adições de Theros, o Auras se adapta para sobreviver no atual metagame
11.016 views
Hora do Pauper – GW Auras
Após receber adições de Theros, o Auras se adapta para sobreviver no atual metagame
11.016 views
Há 26 dias — Por Heli Mateus
Hora do Pauper – Mono Blue
É possível suprir a falta de Gush? Veja como esse clássico do formato volta à ativa.
11.299 views
Hora do Pauper – Mono Blue
É possível suprir a falta de Gush? Veja como esse clássico do formato volta à ativa.
11.299 views
20/02/2020 10:01 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper – Downgrade de terrenos
Analisando uma pesquisa feita com a comunidade sobre downgrade de terrenos para o Pauper
6.540 views
Hora do Pauper – Downgrade de terrenos
Analisando uma pesquisa feita com a comunidade sobre downgrade de terrenos para o Pauper
6.540 views
20/01/2020 18:05 — Por Heli Mateus