As melhores cartas de Trono de Eldraine para o Pauper
Conheça as principais cartas de Throne of Eldraine que poderão aparecer no metagame Pauper.
26/09/2019 18:05 - 12.428 visualizações - 12 comentários

Fala galera, blz?!


O período de spoilers de uma nova edição é sempre uma festa para o Magic. Todo mundo especulando quais serão as novas mecânicas que ditarão o rumo do Standard, quais planeswalkers marcarão presença e quais cartas míticas irão consumir o salário de boa parte dos jogadores. Quase um Natal antecipado!


Mas para mim e para a comunidade Pauper só há um tipo de carta que interessa nesse momento, as rejeitadas e muitas vezes esquecidas cartas comuns. Estamos todos nós lá olhando com bons olhos para aquelas comuns que, tudo indica, só jogarão em Limited, mas que para nós é a esperança de fazer o White Weenie finalmente um deck competitivo, de finalmente viabilizar um deck mill ou de emplacar aquele deck da tribo esquecida que tanto amamos.


Historicamente edições Standard não trazem grandes novidades para o Pauper e o nosso Natal se aproxima quando a Wizards resolve lançar mais alguma edição “master” ou uma obra prima semelhante a Modern Horizons, que não só trouxe Arcum's Astrolabe e Ephemerate, os vilões do momento, como cartas bem equilibradas como Savage Swipe, Defile, Winding Way e muitas outras adições.


Não é porque edições Standard não trazem cartas apelonas para o Pauper, que também não podemos encontrar boas cartas utilitárias para o formato. Não temos nenhum camisa 10, mas há sempre aquele volante raçudo, o zagueiro esforçado ou até mesmo aquele reserva xodó da torcida que pode ser bem aproveitado.


Com este pensamento em mente que montei o meu top 5 de Throne of Eldraine para o Pauper. Antes que me perguntem, não há nenhuma ordem específica na lista e para quem é viciado em testar cartas novas, além do top 5 inclui no final do artigo algumas menções honrosas.


Rosethorn Halberd


Stompy atualmente é um dos principais decks do Pauper e para quem acompanha o meu canal, sabe que é um dos decks que eu mais tenho utilizado nestas últimas semanas, portanto qualquer carta nova de custo verde desperta imediatamente minha atenção.


Rosethorn Halberd foi lançada como equipment, mas muitas vezes pode ser confundida como uma aura, visto que o seu custo para equipar dificilmente será pago e o que torna a carta realmente interessante é poder equipar uma de suas criaturas utilizando apenas o custo de uma mana verde.


Sabemos que há grandes diferenças entre as cartas, mas não há como ver uma “aura” de custo 1 dando +2 de poder a uma criatura e não lembrar de Rancor, carta presente em todas as listas de Stompy. Não poder equipar de maneira imediata Burning-Tree Emissary e Skarrgan Pit-Skulk é um ponto negativo relevante, mas que, de certa forma é compensado pelo 1 de resistência que a carta oferece, te dando a oportunidade de equipar Nest Invaderou Nettle Sentinel para bater pra cima de Kor Skyfisher e ainda manter sua criatura viva.

 

Ainda vejo Hunger of the Howlpack, Vines of Vastwood  e Rancor como combat tricks melhores para o Stompy, mas vejo Rosethorn Halberd com grande potencial podendo até mesmo roubar um ou dois slots reservados para Elephant Guide. Irá depender do quão veloz o formato pretende ser nos próximos meses e o quão relevante será acelerar o clock com uma Vault Skirge ou Silhana Ledgewalkerr equipada com o novo artefato de Throne of Eldraine.


Thrill of Possibility


Pauper é um dos poucos formatos Constructed que pode se orgulhar de ainda ter acesso aos melhores cantrips da história do Magic. Brainstorm, Ponder e Preordain são cartas tão boas e presentes no formato, que Faithless Looting continua sendo uma carta subutilizada.


Dito isso, Thrill of Possibility chega como mais uma opção de cantrip vermelha e deve brigar por oportunidades junto de Faithless Looting, Cathartic Reunion e Tormenting Voice. O fato de Thrill of Possibility ser uma mágica instantânea acaba sendo uma boa novidade, apesar de entender que a não utilização de cantrips vermelhas não está relacionada com o fato das principais opções serem feitiços.


O melhor deck que soube aproveitar de Faithless Looting até o momento foi o Boros Bully por conseguir tirar vantagem em colocar cartas como Prismatic Strands, Firebolt e Battle Screech no cemitério. Se Thrill of Possibility pretende encontrar seu espaço, o melhor caminho será procurar decks não azuis, que se beneficiem em comprar e descartar cartas. Não necessariamente precisa seguir o caminho do Boros Bully, mas buscar interações com Unearth e Exhume pode ser uma boa alternativa como se beneficiar do descarte para ativar o madness e explorar o uso de cartas como Fiery Temper e Reckless Wurm.


Crashing Drawbridge


Talvez essa tenha sido a carta da minha lista que tenha passado mais despercebida pelos jogadores de Pauper, mas que deve ser uma das mais jogadas nas primeiras semanas pós lançamento de Throne of Eldraine por já ter um deck pronto a esperando para ser utilizada.


Crashing Drawbridge cai como uma luva no Wonderwall, deck de barreiras, que explora muito bem o combo entre Freed from the Real e Axebane Guardian , já que você consegue dar ímpeto para o Axebane Guardian e combar um turno antes. Para quem não conhece o combo, ao encantar o Guardian com Freed from the Real, basta você ter Crashing Drawbridge ou qualquer outra barreira também em jogo para gerar mana infinita com o Guardian e escolher a melhor forma de matar o oponente. Tem jogadores que utilizam Capsize, outros Valakut Invoker, alguns Compulsive Research e por aí vai.


Neste momento não há imagino jogando no Affinity ou em qualquer outro deck presente no metagame, mas por se tratar de uma criatura artefato é facilmente encaixável em qualquer tipo de deck e pode fazer parte de algum novo combo.


Outflank


Branco é uma cor que historicamente nunca possuiu grandes remoções no Pauper. Swords to Plowshares  ou Path to Exile são sonhos distantes (para não dizer utópicos), portanto foi preciso se acostumar com Journey to Nowhere, encantamento que ainda continua sendo a melhor opção disparada do formato seguida de perto por Oblivion Ring.


Além dos encantamentos citados, temos apenas Sunlance e algumas infinitas versões de Pacifism, carta pessimamente posicionada em um ambiente dominado por Ephemerates e Ghostly Flicker. Devido à falta de opções oferecidas pelo branco, consigo enxergar Outflank ganhando oportunidades no Pauper principalmente em decks baseados em tokens como o Soul Sisters ou até mesmo em algumas listas de White Weenie.


Mystic Sanctuary


Deixei o melhor para o final! Mystic Sanctuary chega para fortalecer ainda mais os principais decks do formato e tem tudo para encontrar espaço nas listas de Jeskai e até mesmo em algumas versões de Snow Tron ocupando o lugar de Lonely Sandbar.


Pauper possui uma série de terrenos utilitários que sempre encontraram espaço no formato como Radiant Fountain, Bojuka Bog e Mortuary Mire , sem contar a recente adição de Desert. Com a chegada de Arcum´s Astrolabe ao formato, a base de mana começou a focar quase que exclusivamente em terrenos nevados e estes terrenos passaram a ser menos utilizados.


Como Mystic Sanctuary possui uma habilidade extremamente forte, que comba perfeitamente com Ghostly Flicker, mesmo com o inverno chegando ao Pauper, ainda sim será possível encontrar Mystic Sanctuary circulando pelo metagame, principalmente pelo fato dela adicionar uma mana azul, historicamente a cor mais utilizada do Pauper.


Devolver a carta para o topo do grimório ao invés da mão do jogador inibe algumas tentativas de combo infinito, mas te permite gerar combos onde você não morra por deck over. Situação cada vez mais comum em um formato onde o card advantage é o fator mais decisivo em mirrors de control/midrange.


Trazer efeitos tão poderosos para um terreno é sempre perigoso porque geralmente é muito mais fácil você lidar com criaturas e mágicas. Além de não poder ser anulado, não é todo deck que utiliza em seu sideboard cartas que destroem terrenos como Stone Rain ou Pillage.


(In)felizmente Gush e Daze estão banidas, portanto, você não conseguirá devolver Mystic Sanctuary para mão e deixar a carta ainda mais apelativa. Mesmo não tendo o mesmo apelo, a carta continua funcionando com Deprive e pode ser inclusive uma forma de colocar uma mágica no topo e garantir que o Delver of Secrets se transforme em sua próxima manutenção.


Espero que a Wizards saiba o que esteja fazendo e que Mystic Sanctuary não estimula ainda mais estratégias centralizadas em blink effects explorando todo o potencial de Ephemerate e Ghostly Flicker.


Em um primeiro momento consigo imaginar Snow Tron e Jeskai Ephemerate utilizando uma cópia do novo terreno em cada deck e podemos estar presenciando o surgimento de alguma nova versão de Familiar que explore a interação entre Mystic Sanctuary com um Ghostly Flicker de custo reduzido.


Menções honrosas:


Witch's Cottage – o fato de continuar sendo um Swamp faz com que ela ainda interaja com Defile e Tendrils of Corruption ganhando a disputa direta com Mortuary Mire.


Witching Well – ser um artefato de uma mana é relevante porque pode ser tutorado por Trinket Mage. Seus efeitos são fortes para o formato, mas talvez seja uma carta lenta pela velocidade atual do metagame.


Wildwood Tracker – não interagir com Burning-Tree Emissary é um sério problema se pensarmos no Stompy, mas confesso que fazia tempo que não aparecia um drop 1 verde com tanto potencial.


Mantle of Tides – em um formato repleto de tantos cantrips, comprar mais de uma carta por turn não chega a ser um problema. Destaque para a interação com Brainstorm tornando Mantle of Tides em um surpreendente combat trick.


Silverflame Squire // On Alert – boa adição para o Heroic. Ao mesmo tempo pode ser utilizado como um combat trick para ativar o heroic como ser utilizada como criatura caso você precise de um alvo extra para as auras de sua mão.


Idyllic Grange – terreno com este tipo de habilidade é tudo que um White Weenie ou Soul Sisters precisa. O drawback de entrar virado nos primeiros turnos pode atrapalhar, mas a habilidade ainda me parece forte o suficiente para arriscar e fazer o teste.

 

Faerie Guidemother // Gift of Fae – outra criatura que pode encontrar espaço no Heroic devido o seu custo baixo aliado a evasão.


É isso galera! Esta é a minha lista de Throne of Eldraine para o Pauper! Esqueci de alguma carta, que vocês tenham gostado? Tem ideias de novos decks utilizando as novidades da nova edição?


Utilize a sessão de comentários para compartilhar suas ideias, obrigado pela leitura e até a próxima!

Ricardo Mattana ( Thorgrim)
Ricardo, 31 anos, carioca residente em Barueri, é formado em Propaganda e Marketing e teve seu primeiro contato com o Magic em 1999. Atualmente é um grande entusiasta do Pauper, admirador de cartas comuns históricas e apaixonado pelo Magic raiz!
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 21/10/2019 00:55
Os terrenos azul e preto jogam sim...witching well tbm pode jogar, até no Jeskai, pelo seu custo, vidência e draw...Thrill of Possibility e Outflank são boas cartas e podem ver jogo tbm...o restante não se salva...
(Quote)
- 30/09/2019 18:40
Rainha do gelo não tem chance de jogar pauper não?
(Quote)
- 30/09/2019 18:40
Rainha do gelo não tem chance de jogar pauper não?
(Quote)
- 29/09/2019 11:58
cadê o biscoitão? 1 mana generico, 1/1 haste, paga 1 não pode ser bloqueado exceto por bichos com haste, podendo dar 3 de vida se necessário, mano. esse bicho é absurdo
(Quote)
- 28/09/2019 20:15
nada pro meu mono black ...
Últimos artigos de Ricardo Mattana
Exumando o Dimir no Pauper
Entenda tudo sobre o UB Exhume no Pauper, uma das apostas para o novo metagame do formato.
9.768 views
Exumando o Dimir no Pauper
Entenda tudo sobre o UB Exhume no Pauper, uma das apostas para o novo metagame do formato.
9.768 views
Há 4 dias — Por Ricardo Mattana
Todo inverno tem seu fim
Entenda o que muda no Pauper com o banimento de Arcum´s Astrolabe no formato.
10.271 views
Todo inverno tem seu fim
Entenda o que muda no Pauper com o banimento de Arcum´s Astrolabe no formato.
10.271 views
Há 18 dias — Por Ricardo Mattana
#NãoTeveBan
Entenda as razões que podem ter levado a Wizards a não banir nenhuma carta neste momento no Pauper e qual a
24.202 views
#NãoTeveBan
Entenda as razões que podem ter levado a Wizards a não banir nenhuma carta neste momento no Pauper e qual a
24.202 views
11/10/2019 10:05 — Por Ricardo Mattana
De Olho no Metagame Pauper
Confira a evolução do metagame nos últimos meses e quais são as cartas que ditam o formato.
10.366 views
De Olho no Metagame Pauper
Confira a evolução do metagame nos últimos meses e quais são as cartas que ditam o formato.
10.366 views
12/09/2019 10:05 — Por Ricardo Mattana
Jogando de Snow Boros no Pauper
Entenda por qual motivo Boros continua sendo uma ótima opção para o metagame Pauper.
11.330 views
Jogando de Snow Boros no Pauper
Entenda por qual motivo Boros continua sendo uma ótima opção para o metagame Pauper.
11.330 views
01/08/2019 10:05 — Por Ricardo Mattana