Tudo que aconteceu no Mythic Championship V
.Javier Dominguez se consagrou campeão do Mythic Championship V
Há 28 dias - 6.194 visualizações - 7 comentários

Neste final de semana tivemos o Mythic Championship V e nós da LigaMagic fizemos a nossa co-transmissão em PT-BR durante os três dias. Caso você queira assistir ao vídeo de tudo que aconteceu neste grande evento, basta clicar nesse link.


O torneio que seria disputado por 68 jogadores entre desafiantes e membros da Magic Pro League, apresentou o seguinte metagame:



 

Um metagame que já era esperado por muitos dos especialistas e entusiastas do formato mas que trouxe algumas surpresas e reservava grandes emoções.


PRIMEIRO DIA:

 

No primeiro dia do torneio, Chris Kvartek mostrou que o seu grande ano no Magic competitivo tinha tudo para continuar e com um recorde perfeito de 5-0 colocou seu nome no topo dos Standings com uma abordagem muito interessante do Simic Food:

 

CHRIS KVARTEK - SIMIC FOOD
4206 visualizações
14/10/2019
R$ 1.888,18
R$ 2.852,70
R$ 5.363,58
4206 visualizações
14/10/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (25)
4  Ganso Dourado 17,68
4  Druida do Paraíso  0,46
4  Sílfide Marafolha  0,09
4  Caloteiro Descarado // Pequeno Furto    //   69,00
1  Hidra Voraz   7,99
4  Fera das Demandas   99,90
4  Lobo Mau   3,39
Planeswalkers (11)
4  Oko, Ladrão de Coroas   133,00
3  Vivien, Patrulheira do Arco Bestial    45,00
4  Nissa, Abaladora do Mundo   28,31
Terrenos (24)
4  Charco da Procriação48,99
11  Floresta0,00
5  Ilha0,00
4  Templo do Mistério7,00
60 cards total

Sideboard (15)
4  Golpe Desdenhoso  0,05
3  Rajada de Éter  0,25
3  Ashiok, Dissolvedor de Sonhos   6,50
3  Hidra Voraz   7,99
1  Krasis Hidroide   69,00
1  Mística de Gola    0,49

 

Também com um recorde perfeito de 5-0, Jean-Emmanuel Depraz colocou o grande vilão do formato no topo da tabela e se garantiu no dia 2, com a sua versão "feijão com arroz" do Bant Golos:

 

JEAN-EMMANUEL DEPRAZ - BANT GOLOS
5682 visualizações
14/10/2019
R$ 1.466,05
R$ 2.151,22
R$ 4.570,14
5682 visualizações
14/10/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (14)
3  Herbívoro Arbóreo 0,15
3  Krasis Hidroide   69,00
4  Golos, Peregrino Incansável 12,50
2  Agente da Traição   5,99
1  Gigante Manto-de-reino // Despojar-se   11,90
1  Gigante do Pé de Feijão // Pegadas Férteis  0,25
Planeswalkers (3)
3  Teferi, Manipulador do Tempo   103,01
Mágicas (14)
3  Era Uma Vez  78,00
4  Espiral de Crescimento  0,13
4  Rota do Circuito  0,46
3  Limpeza Temporal    1,40
Terrenos (29)
1  Angra Tranquila0,15
1  Areias Verdejantes0,10
1  Cachoeira dos Espinhos0,10
4  Campo dos Mortos19,90
1  Castelo de Vantreza6,48
2  Charco da Procriação48,99
2  Floresta0,00
2  Fonte Santificada30,00
2  Ilha0,00
2  Jardim do Templo28,31
2  Passagem Fabulosa60,00
1  Planície0,00
1  Portão da Guilda Azorius0,07
1  Portão da Guilda Boros0,07
1  Portão da Guilda Orzhov0,07
1  Portão da Guilda Selesnya0,07
1  Portão da Guilda Simic0,07
1  Praça da Harmonia1,99
1  Templo da Enfermidade3,80
1  Templo do Mistério7,00
60 cards total

Sideboard (15)
3  Véu do Verão 37,00
2  Decreto dos Devotos  0,40
1  Féretro de Vidro  0,27
2  Golpe Desdenhoso  0,05
3  Rajada de Éter  0,25
1  Disputa Mística  0,90
1  Krasis Hidroide   69,00
1  Agente da Traição   5,99
1  Gigante Manto-de-reino // Despojar-se   11,90

 

Os tchecos Martin Juza, Ondrej Strásky e Stanislav Cifka foram publicamente cutucados pelo jogador profissional Brad Nelson pelo twitter (reproduzido logo abaixo) e tiveram que dar uma resposta..


 

E podemos dizer que eles deram uma resposta em alto estilo, com um recorde combinado de 15-4 classificando não só os 3 pro dia 2 do torneio como colocando o Bant Ramp como o melhor deck do dia 1. Nada mal né Brad Nelson?!


E claro que não poderiam faltar brasileiros neste evento. Foram 5 brasileiros disputando o primeiro dia do torneio. E finalmente um deles conseguiu passar para o segundo dia: Lucas Esper o famoso Bertu colocou o Brasil no dia 2 do torneio onde já estava Carlos Romão que foi o campeão de sua divisão da Magic Pro League.

 

SEGUNDO DIA:

 

Os 24 melhores jogadores do primeiro dia avançaram para o segundo dia da competição. Adicionando os 4 campeões da Magic Pro League: Carlos Romão, Seth Manfield, Ben Stark e Lee Shi Tian estavam formados os 28 jogadores que iriam competir em 7 rodadas para decidir qual seria o top 8 do torneio.

 


Lee Shi Tian, o eliminador de brasileiros.

 

Bertu vinha fazendo um torneio de recuperação muito bonito de acompanhar até encontrar esse homem: Lee Shi Tian. O lendário jogador de Hong Kong encerrou a bonita caminhada de Bertu que mirava o Top8 na penúltima rodada do torneio encerrando as chances do brasileiro de chegar ao Top 8. Mas Bertu voltou para a última rodada, e a venceu, terminando o torneio no top 16, garantindo uma bela premiação em dinheiro e Mythic Points que serão muito importantes para o futuro de Bertu na Magic Pro League.

 

Mas quem achou que essa seria a última vez do dia que Lee entraria no nosso caminho, achou errado! Carlos Romão teria a complicada missão de enfrentar este grande jogador na partida que valia uma vaga para o top 8. E Carlos começou muito bem, vencendo o primeiro jogo da partida. Porém, as coisas começaram a mudar  e foi Lee Shi Tian que saiu vitorioso ao vencer os dois jogos seguintes se consagrando "O elimador de brasileiros". Mas assim como Bertu, Carlos Romão terminou no top 16 do torneio garantindo uma bela premiação e pontuação que também será muito importante para o seu futuro na Magic Pro League.

 

O três tchecos que chegaram super confiantes para o segundo dia não tiveram vida tão fácil pois tirando Cifka que se classificou em primeiro lugar para o top 8, Juza e Ondrej ficaram pelo caminho na disputa.

 

E falando em surpresas, dêem uma olhada no top 8 que foi formado após as 7 rodadas do segundo dia de disputa:

 

Stanislav Cifka Bant Ramp
Andrea Mengucci Bant Food
Ken Yukuhiro Mardu Knights
Gabriel Nassif Simic Food
William Jensen Simic Food
Jean Emmanuel Depraz Bant Golos
Lee Shi Tian Mono-Red Cavalcade
Javier Dominguez Gruul Aggro
 
Sim, você não precisa ir ao oftalmo. Tivemos apenas 1 dos 29 jogadores que iniciaram o torneio jogando de Golos chegando no top 8. É claro que tivemos 8 de 8 no top 16, mas para quem gosta de um Magic bem jogado e estava na expectativa de ver grandes jogos no domingo, este top 8 era simplesmente perfeito.
 
Sem contar o nível altíssimo entre os oito melhores do torneio, formando um dos melhores top 8 já vistos na história.
 
TERCEIRO DIA (TOP8):
 
A disputa do top 8 seguiu no mesmo nível que estava até aqui: Grandes partidas, viradas emocionantes, demonstração de talento e habilidade que realmente deixavam não só os espectadores, como nós comentaristas, de boca aberta. E claroo, em um clima de completo êxtase.

Esse que foi de longe o melhor Mythic Championship dessa era moderna do MTG Arena e com certeza deixará saudades. A cada Mythic que fica para trás, a Wizards parece aprender com os erros passados e consegue entregar um show cada vez melhor para nós que amamos este jogo.
 
Todos os jogadores chegaram ao domingo sem nenhuma intenção de perder, obviamente, mas foi incrível acompanhar as disputas acirradas onde ninguém estava entregando nada de "graça". Cada partida, cada ponto de vida, cada vantagem estava sendo muito bem disputada, o que engrandeceu e valorizou em muito a disputa.
 
Javier Domingues que se classificou depois de um duplo 4-3, resolveu que no domingo não iria nem chegar perto de três derrotas, e por muito pouco não saiu invicto do domingo, entregando apenas uma derrota quando podia perder, contra o francês Jean Emmanuel Depraz que se garantiu no Campeonato Mundial com esse resultado, já que o Campeâo Dominguez tem vaga automática como atual campeão Mundial.
 
Após três dias intensos de disputa, o espanhol Javier Dominguez de forma muito merecida consagrou-se o campeão do Mythic Championship V.
 
 
 
 
 
BANLIST - Especulando:
 
Em algumas horas teremos a atualização da lista de banidas e restritas e eu diria que tudo pode acontecer. É claro que foi provado nesse torneio que os decks de Campo dos Mortos podem ser vencidos mas é bem chato como a existência dessa carta distorce o formato em volta dela.
 
Oko, Ladrao de Coroas certamente tem um erro bem grave no seu design, obviamente a sua primeira habilidade deveria retirar marcadores de lealdade e não adicionar, mas ainda assim eu não consigo vê-lo sendo banido. Ao menos neste momento. 
 
Nissa, Abaladora do Mundo é uma excelente carta de Magic e eu realmente ficaria triste de vê-la banida. Por mais que os "decks de Nissa" possam vir a dominar o formato, a Wizards deveria no mínimo deixar acontecer para ver como o formato se moldaria pós-ban de Field of the Dead. 
 
Um grande problema é que no passado a Wizards criou precedentes que justificam o ban da Nissa. Se eles partirem pela mesma premissa que usaram no passado ao banir cartas não só do principal deck do formato mas também dos decks que eles julgariam que ficaria muito fortes, é bem provável que daremos adeus a essa planinalta em algumas horas...

O que eu gostaria de verdade:

Campo dos Mortos ERRATA - Torna-se lendário 
 
OU

Campo da Ruina adicionado em algum produto/deck promocional válido no Standard.

O que eu acho que vai acontecer:

Campo dos Mortos e Nissa, Abaladora do Mundo banidos no Standard.
 

Mas.. é claro que tudo pode acontecer.

O importante é que mesmo com esse formato distorcido por Campo dos Mortos, tivemos um grande e muito emocionante torneio neste final de semana.
 
Gostaria de agradecer a todos que assistiram/participaram da nossa co-transmissão. Foram mais de 20 mil pessoas durante os 3 dias, com pico de mais de 1.150 pessoas. Esse tipo de resposta da comunidade nos deixa muito motivados para trabalhar cada vez mais para entregar conteúdo de qualidade todos os dias para vocês.

Muito obrigado.
Cards Store - Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Epic Game - Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Cards of Paradise - Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Juliano Gennari ( babones_mtgo)
Jogador competitivo desde 2010, já tendo participado sete vezes do Pro Tour, Vice-Campeão Grand Prix Santiago 2018.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 22/10/2019 09:42

Premiação total foi de USD 750.000,00 onde o pior colocado já garantia $7.500,00

Tabela:
1 -- $100,000
2 -- $50,000
3 -- $30,000
4 -- $20,000
5-8 -- $12,500
9-28 -- $10,000
29-68 -- $7,500

(Quote)
- 21/10/2019 18:49
Qual foi o valor das premiações dada aos jogadores?
(Quote)
- 21/10/2019 11:24

Banir os ramps? Ou os dorks?
Que viagem...

(Quote)
- 21/10/2019 11:22
Parabéns pela transmissão Juliano!! Fiquei vidrado o fds inteiro. Espero que continuem com as transmissões de torneios, foi bom demais
(Quote)
- 21/10/2019 11:12
Eu já acho que quem vai rodar nesse ban hammer é o Hydroid Krasis
Últimos artigos de Juliano Gennari
Top 8 Decklists Grand Prix Sao Paulo
Confira os decks do Top 8 do Grand Prix São Paulo de 2019
3.507 views
Top 8 Decklists Grand Prix Sao Paulo
Confira os decks do Top 8 do Grand Prix São Paulo de 2019
3.507 views
Há 9 horas — Por Juliano Gennari
Mythic Championship VI
Resumo de tudo que rolou no Mythic Championship VI
4.479 views
Mythic Championship VI
Resumo de tudo que rolou no Mythic Championship VI
4.479 views
Há 7 dias — Por Juliano Gennari
Mythic Championship Richmond
Informações sobre o Mythic Championship Richmond, o último da maneira que conhecemos.
4.428 views
Mythic Championship Richmond
Informações sobre o Mythic Championship Richmond, o último da maneira que conhecemos.
4.428 views
Há 10 dias — Por Juliano Gennari
Promoção de NOVEMBRO - Stream LigaMagic
Detalhes sobre a promoção do mês de novembro nas Strems na Twitch do canal da LigaMagic.
2.130 views
Promoção de NOVEMBRO - Stream LigaMagic
Detalhes sobre a promoção do mês de novembro nas Strems na Twitch do canal da LigaMagic.
2.130 views
Há 12 dias — Por Juliano Gennari
Selecionados Bootcamp Bolts
Resultado da seletiva para o Bootcamp
2.374 views
Selecionados Bootcamp Bolts
Resultado da seletiva para o Bootcamp
2.374 views
Há 13 dias — Por Juliano Gennari