Tentando banir o Oko no Legacy
Será que o Oko é tão absurdo assim no Legacy? Este report te dará a resposta
31/01/2020 18:05 - 11.791 visualizações - 11 comentários

Boa tarde meus Elkzinhos, tudo bem?

 

Ano novo, vida nova!


2019 foi um ano bem bom pra mim, no entanto, eu me afastei um pouco do competitivo, jogando apenas 2 classificatórios para o Latam, 1 PTQ e pouquíssimas LPL ao longo do ano todo. Foi uma decisão difícil porém proveitosa e agora que 2019 acabou, pretendo voltar para o competitivo à todo vapor.


Após o anúncio que a primeira LPL(Liga Paulista Legacy) seria no dia 26/01, eu precisava pensar do que jogar e aporrinhar meus amigos para me emprestarem as cartas faltantes.


Depois de alguma pesquisa, eu percebi que Veu do Verao era uma das cartas mais importantes do formato e que eu deveria me juntar a ela ou passar por cima, assim como Oko.


Miracles estava bom novamente, o que me apetecia grandiosamente, no entanto, sem muito tempo para treinar, eu sabia que era uma das piores escolher para mim. Foi fuçando na deep web das decklists que descobri um Bant Maverick que o Sam Black criou e utilizou para splitar a final do Invitational da Nerd Rage Gaming. Não apenas o deck usava Oko, Ladrao de Coroas, atualmente a carta mais opressiva do formato, como também era um deck “azul” que não sofria nada para Veil of Summer. Deck escolhido, era só treinar e estragar, digo, melhorar a lista.

 

Bant Maverick(Romiseta)
7903 visualizações
27/01/2020
R$ 9.808,43
R$ 13.591,40
R$ 25.581,69
7903 visualizações
27/01/2020
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (16)
1  Arvoredo Dríade33,04
4  Hierarca Nobre 115,00
1  Preservador Silvestre 24,99
1  Lodo Necrófago  11,90
4  Cavaleiro do Relicário   7,71
1  Rastreador Incansável  44,90
1  Testemunha Eterna   9,00
1  Fera das Demandas   57,54
1  Palace Jailer   16,15
1  Titania, Protector of Argoth   48,00
Planeswalkers (3)
3  Oko, Ladrão de Coroas   56,89
Mágicas (13)
4  Espadas em Arados 3,00
4  Zênite do Sol Verde  22,75
3  Era Uma Vez  17,89
2  Vida da Marga  32,00
Artefatos (3)
3  Mox de Diamante 774,95
Encantamentos (1)
1  Grimório Silvestre  65,99
Terrenos (24)
1  Abismo Sombrio75,00
1  Berço de Géia749,90
1  Copas do Horizonte100,80
1  Floresta0,00
3  Floresta Tropical Nebulosa206,99
1  Karakas55,50
1  Pântano de Bojuka6,29
1  Palco Dramático14,99
1  Planície0,00
2  Savannah475,75
4  Terras Ermas110,00
2  Tropical Island999,90
1  Tundra789,90
4  Urzal Ventoso40,00
60 cards total

Sideboard (15)
1  Silêncio Ensurdecedor 0,78
2  Tempestade Atordoante 8,09
3  Véu do Verão 19,49
1  Containment Priest  13,23
1  Descanse em Paz  18,00
1  Gaddock Teeg  19,80
1  Jitte de Umezawa 33,15
1  Trasgo Colecionador  16,20
1  Cavaleira do Outono   10,58
1  Fada Macabra   3,15
1  Reivindicação de Sevinne  10,70
1  Teferi, Manipulador do Tempo   125,00

 

Uma mistura entre Maverick, Nic Fit e GW Depths. O deck lembra muito o Bant Romiseta desenvolvido pelo Pachekinho e pelo Rafael Venâncio(Cannon) em 2011. O nome do deck era Romista pois o GW se chamava Maverick, e como o Maverick é um carro imponente e maravilhoso e eles achavam que a lista tinha ficado uma m*rd4, resolveram chamar de Romiseta.


A lista do Sam Black rodava com alguns números diferentes, e eu senti que precisava de mais utility lands, recurssão e draws no main, portanto troquei 1 Ilha Básica, 1 Fetch UW, 1 Oko e 1Era Uma Vez por uma Grimorio Silvestre, uma Planície Básica e 1 Copas do Horizonte, melhorando os tutores do Relicario, facilitando o cast das cartas importantes com a básica e me ajudando a grindar com os draws da maravilhosa Library. O side foi reconfigurado para enfrentar Reanimator e decks agressivos(DnT e Goblins) que sempre aparecem por aqui.


O meu plano de treino foi por água a baixo quando eu esqueci o deck em casa no único dia que poderia treinar. PARABÉNS ORELHA, VOCÊ É UM GÊNIO!


Fui jogar apenas com o que aprendi jogando contra a parede, esperava ser o suficiente e tinha que torcer para não pegar Eldrazis, Reanimators e Mono Red Prisons por não estar muito bem configurado contra eles, vamo pra paulera!

 

O torneio começa com 68 players e eu sou pareado com um amigo.

 

Round 1 - Guilherme Rocillo - Eldrazi Stompy

 

G1 - Já sabia que o Guilherme estaria de Eldrazi ou Show and Tell pois já havia jogado contra ele no passado, no entanto, eu sempre estive de UWx, talvez isso o fizesse keepar uma mão boa contra UW e ruim contra meu deck atual.


Ele começa com Sol Land + Mímico enquanto eu faço Wasteland, Mox Diamond + Zenite do Sol Verde.


Ele até faz outra sol land mas não encaixa mais nada, eu faço um dork e dou outra waste. Ele demora tanto para fazer uma ameaça relevante, que quando faz um Thought-Knot Seer eu já tinha a Swords to Plowshares em mãos e um Cavaleiro do Relicario de tamanho médio em campo. Ele até faz um Reality Smasher, mas o Marit Lage entra em campo muito rápido e ele concede.

 

G2 - Eu mulligo a 5 e imagino que vai ser difícil, ele abre de Luneta Enfeiticada turno 1 e nomeia Palco Dramatico após ver um Abismo Sombrio em minha mão.


Outra Luneta Enfeiticada entra em campo nomeando a Jitte de Umezawa  que estava em campo equipada mas sem marcadores e ele vai me agressivando com Matter Reshaper e Mímico. Eu encontro Teferi, Time Raveler, dou bounce na Luneta Enfeiticada, conecto com a Jitte de Umezawa , vou para 4 marcadores e mato a mesa dele quando a Spyglass entra em campo novamente.


Eu faço um Cavaleiro do Relicario e uma Library, ele faz um Tudo e Poeira  limpando minha mesa, no entanto, ele sem ameaças não faz com que isso seja o fim do mundo. Eu volto de Tireless Tracker + outro Cavaleiro do Relicario e ele de Reality Smasher e faz outro Tudo e Poeira dali 2 turnos, complicando muito minha vida.


Acho um Sevinne's Reclamation que volta o Cavaleiro do Relicario gigantesco, ele até faz um Thought-Knot Seer, mas um Zenite do Sol Verde buscando Cavaleira do Outono quebrando uma das Luneta Enfeiticada me libera o 20/20 que ganha bem rapidamente.

 

1-0

 

Round 2 -  Eder Damasceno - Mono Red Prison

 

G1 - O Eder é parceiro há quase uma década, eu sabia que ele estava de Mono R por ter visto o jogo dele ir para os 5 turnos no round 1.


Eu mulligo até vir com uma mão que me dava acesso à Verde e Branco básico na forma de Fetchland e Mox Diamond.


Ele começa de Calice do Vacuo pra 1, mas como eu estava no play consegui encaixar o Dork antes.


Ele faz um Goblin Rabblemaster e eu dou Swords to Plowshares, ele esquece do trigger do Calice do Vacuo e eu fico muito no jogo por isso.


Uma Chandra, Chama da Rebeldia  dele mata meu Cavaleiro do Relicario 4/4, mas felizmente consigo matá-la na volta com uma Dryad e um Elk 3/3 que acaba trocando num Gigante Esmaga-ossos // Pisar. Após fazer uma Ponte Traicoeira eu fico cozinhando com o Oko, Ladrao de Coroas fazendo tokens e mais tokens para dar um golpe letal, no entanto, eu transformo a ponte em elk 1 turno antes do Letal quando ele finalmente chega na quinta mana, assim, se ele fizesse uma Chandra, Inferno Desperto e desse -3 ele mataria a própria ponte, me deixando livre para atacar o walker na volta com uma Food que viraria Elk. Ele vê que sem a ponte não consegue mais ganhar e acaba concedendo.

 

G2 - Mulligo agressivamente a mão de 7 por ser muito “iffy” , a  mão de 6 não tinha terrenos e tive que ficar com uma mão de 5 com Drop 3, 2 wastes e 1 fetch.


Ele abre com Montanha vai e eu de fetch, ele faz 2 Goblin Lider da Plebe e eu morro no turno que consigo encaixar o Cavaleiro do Relicario.

 

G3 - Como diz um grande amigo meu: G3 É OUTRO JOGO! Eu faço Oko, Ladrao de Coroas turno 2 que ele não ranca na volta, portanto o Calice do Vacuo e eventualmente as criaturas que ele faz se tornam inúteis. Mesmo depois de resolver uma Chandra de 4 manas eu consigo estabilizar a mesa com Relicário, Elks e muita malemolência. A mão é extendida e eu não acredito que consegui ganhar da segunda matchup complicada do dia.

 

2-0

 


Round 3 - Mauro Aliano - Oko Miracles

 

G1 - Eu acho que nunca ganhei do Maurão. Nem em 2012 quando começamos a nos enfrentar, nem em 2019 quando nos enfrentamos em vários champs, mas Bant Miracles era uma matchup boa pro meu deck.


Minha mão tinha 6 terrenos e 1 Noble Hierarch, vou a 6 com Mox de Diamante, 5 terrenos(incluindo uma Horizon Canopy e 1 Dark Depths) e torço para o Deus do Magic me ajudar.


Encontro um Thespian's Stage e um Vida da Marga bem rapidamente e começo a fazer Marit Lage, o que me complica é que ele tinha Oko + Snap para Espadas em Arados , dando tempo o suficiente para que ele fosse à mais de 20 de vida para não morrer para um ataque só até encontrar uma Force of Negation para exilar o Vida da Marga e acabar com minha recursão.

 

G2 - Fico com uma mão especulativa que poderia dar muito bom ou muito ruim, Magic tem dessas.


Começo de Fetch + Noble Hierarch turno 1 enquanto ele faz uma cantrip. Meu segundo turno consiste em fazer um Sylvan Safekeeper de bait sem baixar terreno, que resolve, logo em seguida baixo um Berco de Geia e faço Zenite do Sol Verde  para Gaddock Teeg nulificando todos os milagres e Force of Will da partida.


No terceiro turno eu gero 3 manas com o Berco de Geia + 2 da land e Noble Hierarch e faço uma Titania, Protector of Argoth voltando a fetch, 13 de poder turno 3. Ele passa com 3 manas de pé, eu faço Tireless Tracker + Cavaleiro do Relicario usando o Berco de Geia, crio uma clue e falo: Maurão, se você der um Choque Repentino no Gaddock Teeg e achar um Terminus blind no topo eu te dou um beijo e viro seu fã. Ele não fez isso e vamos para o G3.

 

G3 - A mão era bem boa, mas dependia da quarta land para a curva “perfeita”. Faço Gaddock Teeg no 2 que toma Swords to Plowshares, Oko no 3 que toma Force of Will e eu precisando de mana para fazer Veu do Verao não acho a quarta fonte de mana, faço outro Oko, Ladrao de Coroas que toma outra resposta, ele volta de Jace, the Mind Sculptor e eu de Oko, Ladrao de Coroas , que dessa vez resolve. Quando vou matar o Jace com o Elk ele consegue dar Espadas em Arados e volta de Suplica aos Anjos blind, dá brainstorm com o Jace e acha um Santuario Mistico recomprando o Entreat the Angels no outro turno, meu jogo acaba ali, infelizmente.

 

2-1

 

Round 4 - Marco Portugal - Eldrazi Stompy

 

G1 - Conhecia o Marco do Modern, sabia que ele era um verdadeiro mestre de Lantern control, mas nunca havia jogado contra ele no Legacy, apenas suspeitava que seria algo com artefatos.


Ganho no dado(esse era meu dia) e abro de Once Upon a Time + Aceleração. Ele vem de Mimico Eldrazi e eu vou desenvolvendo meu jogo com Zenites para e Noble enquanto encaixo um Oko, Ladrao de Coroas nesse meio tempo. Ele faz um O Infindavel 5/5, o que queria dizer que se eu o transformasse em Elk ele seria 8/8 por conta dos marcadores. Tive que chumpblockar o bixo com uma Dryad surpresa vinda da fetch, e a janela foi se fechando para ele já que agora meu Oko poderia criar mais um chumpblocker e no turno seguinte sair da range do O Infindavel enquanto o meu Relicário buscava o combo do Dark Depths e Wasteland para me proteger caso ele compre uma Karakas ou a própria Waste. O 20/20 entra em campo em 3 turnos e vamos para o próximo jogo.

 

G2 - Eldrazi Mimic entra em campo através de um Eye of Ugin, eu passo meus próximos 3 turnos dando Wasteland nele enquanto ele faz apenas a land do turno. Ele não perde nenhum land drop mas não faz nenhuma outra ameaça nesse meio tempo. Quando faço um Relicario 5/5 ele faz um O Infindavel 5/5 também usando um Simian Spirit Guide para ir de 4 para 5 manas.


No meu turno eu tinha duas opções: Combar e fazer o 20/20 e morrer se ele achar a quinta fonte de mana para um Reality Smasher, ou eu poderia fazer Zenite do Sol Verde  para Dryad e deixar o Cavaleiro do Relicario de pé, mas como ele tinha uma Wasteland em campo(virada), se eu não combasse naquele momento ficaria cada vez mais difícil com a Waste em campo, resolvi arriscar. Ele comprou outro terreno, fez o Reality Smasher, triggou o mímico e me matou mesmo com um Marit Lage em campo.

 

G3 - No play novamente eu pude fazer spells de custo 1 antes do Calice do Vacuo entrar em campo. O primeiro turno dele consistia de Tumba Antiga + Simian Spirit Guide para Matter Reshaper, eu volto de Cavaleiro do Relicario já 4/4 enquanto ele faz um Thought-Knot Seer tirando meu Sevinne's Reclamation, a mesa trava para o lado dele e eu encontro um Tireless Tracker. Mesmo após fazer Reality Smasher ele não poderia bater em cima do Cavaleiro do Relicario e na volta eu já deixei o Tracker 6/5 para escapar do letal contra o 4/4.


Um Zenite do Sol Verde  do topo me busca Titania, Protector of Argoth, pega uma Wasteland e quebra uma sol land dele, já fazendo o 5/3. Por ter essa engine absurda de fazer fichas todos os turnos, dar draw com as clues e possivelmente combar, ele concede e eu tenho uns minutinhos da rodada para descansar.

 

3-1

 

Round 5 - Rafael Navarro - Mono Red Eldrazi

 

G1 - O Navarro é o mestre da groselha, e dessa vez foi com esse Mono Red Eldrazi que ele pilotou com bastante sucesso em 2019.


Um Sol Sangrento turno 1 no play atrapalhou muito meu jogo, me impedindo de crescer o relicário e de aproveitar todos os meus terrenos para Zênites.


Um Bonecrusher Giant // Stomp matou minha Noble Hierarch e deixou minha base de mana bem anêmica. Em um turno crucial eu compro uma Mox e faço, mas a distração me faz descartar a Wasteland invés da Fetch, me impedindo de dar Zenite do Sol Verde para a Titania, Protector of Argoth  e fazer fichas com Sylvan Safekeeper, meu destino foi selado com essa jogada errada.

 

G2 - Consigo estourar uma fetch antes de ele resolver o Sol Sangrento. Encaixo um Cavaleiro do Relicario 4/4 e um Tireless Tracker enquanto ele tem um Reality Smasher. No passe eu ativo o relicário e ele diz que vai responder, eu paro o jogo e digo que antes de qualquer coisa eu deveria escolher o terreno a ser sacrificado para não obter nenhuma vantagem depois de saber qual jogada ele faria. no entanto, o navarro não percebeu que o custo era sacrificar a land, usando 2 mágicas para dar 2 de dano(totalizando 4) num Relicário que acabara de ficar 5/5. Ele perde as duas mágicas atoa, eu busco um Berco de Geia e já começo a estourar Clues do Tireless Tracker, deixando-o muito maior que o Reality Smasher dele. um Teferi, Time Raveler dá bounce no Sol Sangrento, liberando minhas Wastes e Fetches, crescendo ainda mais o Knight, fazendo diversas clues e deixando ele de 6 manas para apenas 2, o suficiente para dominar a partida.

 

G3 - Ele começa de Sol Sangrento novamente e eu faço uma Noble Hierarch, ele dá Bonecrusher Giant // Stomp nela, eu não faço nada além de terreno no segundo turno e ele volta de Goblin Rabblemaster enquanto eu não acho o terceiro terreno. Perdi a partida e com ela o sonho de Top 8.

 

3-2

 

Round 6 - Gabriel Galbes - Pox

 

G1 -  O Gabriel é irmão do Cauê Galbes, grande amigo do Legacy, então eu sabia que o Gabriel estava de Pox.


Keepo uma mão arriscada que tinha 2 Zenite do Sol Verde caso um deles tomasse descarte, ele abre de pântano vai e eu busco uma Dryad no Zenite do Sol Verde. Ele faz a maldita Varicela que mata meu bixo e minha única land que gerava verde.


Ficamos alguns turnos trocando land drops, e quando acho a fonte verde e faço uma noble ele volta de Liliana, a Ultima Esperanca me atrapalhando demais. Eu faço um Knight e ele o mata com Triunfo de Liliana que ainda me fez descartar.


Quando a Lili dele chega aos famigerados 7 marcadores e eu sem mesa, penso em conceder por ter chances nulas de ganhar de um ultimate, resolvo jogar mais um turno, compro um Zenite do Sol Verde e faço para QUESTING BEAST!!!!!!! Batendo 4 nele e 4 na Liliana, me tirando do risco de tomar um Ultimate.


Ele volta de Liliana do Veu e dá -2, eu respondo com Karakas na Questing Beast(sim, ela ser lendária é ainda melhor no Legacy). Volto matando a do véu e ele fazendo uma Maze of Ith


Como eu estava on fire, compro em seguida um Vida da Marga voltando Wasteland e domino a partida.

 

G2 - Saio bem rampado enquanto ele faz um descarte tirando Sevinne's Reclamation.


Ele faz um Varicela que atrapalha meus planos, eu compro um Veu do Verao e fico passando com ele aberto para me prevenir de Hymn to Tourach ou outros descartes. Ele apenas passa o turno várias vezes, quando encontro a quarta mana faço Cavaleiro do Relicario com Veu do Verao de backup e ele apenas dá um triunfo.


Minhas próximas duas criaturas são respondidas por outro Triunfo de Liliana e um Sangue dos Inocentes, como nada dava alvo e eu precisava comprar algo, ciclei o Veu do Verao no passe e achei uma Grimorio Silvestre.


Com a Grimorio Silvestre em campo o jogo ficou bem mais fácil, consegui contornar a Liliana, a Ultima Esperanca  dele com um Cavaleiro do Relicario bem grande, um Oko, Ladrao de Coroas e um Vida da Marga fecharam a partida rapidamente. Nada melhor que combater Waste com Waste.

 

4-2

 

Round 7 - Cauê Galbes - Hogaak Depths

 

G1 - Cauê é um dos brothers que conheci graças à LPL. Trabalhamos juntos em como atacar o metagame de BG Depths na LPL Finals em 2018 e desde então ele não largou mais o Depths, enquanto eu troquei de esposa frequentemente.


Eu começo no dado sabendo que meu plano de jogo seria impedi-lo de fazer o 20/20 já que Hogaak, Necropole Erguida não era problema algum para minhas @plowshares e Karakas.


Ele vem com um plano bem anêmico de Khalni Garden + Lotus Petal. Senti cheiro de Crop Rotation então dei Wasteland enquanto o Garden estava virado, para ele ter que gastar a petal e pelo menos ter uma fonte de mana a menos posteriormente.


O meu primeiro Cavaleiro do Relicario é respondido por um Abrupt Decay, mas graças ao Zenite do Sol Verde  eu consigo encontrar outro rapidamente.


Ele vai fazendo uns poucos chumpblockers, e um turno de Cavaleiro do Relicario buscando Wasteland + Titania, Protector of Argoth  recorrendo-a foi demais para a base de mana dele.

 


G2 - Eu mulligo a 5 enquanto ele keepa 7, sinto que teria que tirar leite de soja de pedra para ganhar.


Ele começa de Thespian's Stage + Agulha Medular para Wasteland e eu de mana Noble Hierarch.


Ele faz um Dark Depths e usa o Thespian's Stage para fazer a segunda Agulha Medular, dessa vez para Karakas, sinto que serei combado. Faço um Rest in Peace  e passo.


Ele perde o land drop e eu faço um Cavaleiro do Relicario 2/2 mesmo, pronto para bater.


Ainda sem land drop ele é obrigado a passar em branco, mas graças ao Rest in Peace  meu clock era beeem lento.


Um Palace Jailer para nada me garante 2 draws por turno. Ele faz uma Lotus Petal e passa, eu acho uma Noble e 2 lands e vou cavando 2 por turno pagando 4, após bater 4 eu passo e ele acha uma Shockland para fazer Toxic Deluge limpando minha mesa.


O grimório me encontra outro Relicário e mais uma fetch para limpar o topo, 4 de vida novamente. Ele passa em branco de novo e eu acho um Cavaleira do Outono que quebra a Agulha Medular para Wasteland e eu consigo matar o Depths(por medo de Urborg, Tumba de Yawgmoth+ Vampire Hexmage) e passo novamente.


Ele encontra mais uma land, mas já é tarde demais e acaba morrendo para minha mesa de 3 atacantes letais contra apenas 3 de vida dele.

 

5-2

 

Antes da última rodada eu estava em 12º com apenas 3 Slots não-garantidos no top 8. Como a premiação era Top 16 eu resolvi ficar para ver se garantinha um $$$ para pelo menos pagar a viagem.


O Top 8 é anunciado e um tal de Bruno Ramalho passa em oitavo, raspando mais que gillete em rosto de militar.


 

1 - Marwin Bravin (Golos Post)
2 - Eduardo Shimizu (TES)
3 - Diego Ganev (4C Leovold)
4 - Gabriel Garcia (UR Delver)
5 - Paulo Imai (BUG Control)
6 - Carlos Tibério (Death & Taxes)
7 - Jadi Souza (4C Miracles)
8 - Bruno Ramalho (Bant Maverick)

 

Fiquei muito feliz de finalmente ter alguma sorte com critérios de desempate que sempre me quebram as pernas haha.


A premiação era pelo suíço e o Top 8 jogava pela vaga, mas eu estava tão cansado, com fome e dor de cabeça que acabei dropando para ir para casa e descansar. 

A boa notícia é que o Maurão subiu depois do meu Drop e ganhou uma das vagas para a final, sucesso total!

 

Foi mais um torneio muito bem organizado que, mesmo com o atraso do pessoal de campinas ainda começou 11:05, pessoal da organização está de parabéns.

 

Eu e o Cabelo de Indaiatuba montamos um Mardu Monarca da ganância, e mesmo sem tempo para refinar a lista o Cabelo ainda conseguiu fazer 5-2 abocanhando um Top 16.

 

Adorei jogar com o deck, me sinto jogando em 2011 com tecnologias de 2019(Ban Oko). Se tivesse outra LPL amanhã eu iria com o mesmo deck mudando uma cartinha aqui e outra ali.


Agora vamos para a parte mais importante do report: Os Props e Slops!

 


Props:


* Pro Leandro Lessa e pro Cabelo que foram ótimos carmates, a viagem foi bem divertida mesmo atrasados.
* Pro Barizon maravilhoso que emprestou 99,9843% do deck, pro Braian e pro Allan que me salvaram com as últimas 3 cartinhas que faltaram, incluindo uma       Titânia maravilhosa em Japonês e uma Questing Beast foil.
* Pros Deuses do Magic que me ajudaram nos critérios de desempate.
* Pra Jitte, última carta a entrar no side, que me salvou diversos jogos mesmo sem a Stoneforge.
* Pro Cabelo que fez Top 16 com uma lista muito legal e nos garantiu 30 pontos para o campeonato de equipes da LPL.

 

Slops:


* Pra dona Wiz que lançou o Oko que é, apesar de absurdamente roubado, divertido de se usar.
* Pro Fuinha que não quis ir jogar com a gente.
* Pro Ganev que fica ganhando demais e tirando 1 slot de todo Top 8.
* Pra reserved list que, mesmo sendo um dos motivos do jogo estar vivo até hoje, impede que muitos joguem esse formato maravilhoso que é o Legacy.
* Pro Fred que preferiu ver a namorada que não via há meses do que ir jogar Legacy.

 

Espero que tenham gostado do report, espero voltar com muitos bons resultados esse ano! #Valakuteam

Bruno Ramalho ( Bruno_Orelha)
Aficionado por Legacy, sempre que pode joga com decks que matam com terrenos e não dispensa uma ativação de Vial no passe.
Redes Sociais: Facebook
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 18/02/2020 15:05
Excelente atigo! Sou fã do Maverick mas vi que ele enfraqueceu muito depois que baniram DRS. Sempre achei que ele poderia ter um PW de 3 manas e testeu ate a Vivien, Champion of the Wilds, mas de fato o oko é melhor. Que cartas vc mudaria dessa lista que vc usou nese champ?
(Quote)
- 02/02/2020 00:00
ANTES DE BANIR OKO NO LEGADO, BANE IDRIS ELBA E ESSA BRECHA PRO AUTISMO AI. Jogador de storm tem tudo que ir pra china pegar virus da cerveja. #TERRAPLANA
(Quote)
- 01/02/2020 22:26

Valeu!
A lista era um pouco diferente, o Cabelo deu uma mudada 1h antes do champ durante a viagem pra SP.
2 Seasoned Pyromancer
3 Stoneforge Mystic
2 Plague Engineer
1 Palace Jailer
2 Queen Marchesa
4 Arcum's Astrolabe
3 Lightning Bolt
3 Swords to Plowshares
3 Thoughtseize
1 Angrath's Rampage
1 Dreadbore  
1 Liliana's Triumph
1 Shadowspear
1 Council's Judgment 
1 Daretti, Ingenious Iconoclast  
1 Kolaghan's Command
2 Liliana of the Veil
2 Lingering Souls
1 Kaya, Ghost Assassin
1 Chandra, Torch of Defiance
1 Batterskull
3 Arid Mesa
1 Badlands
3 Bloodstained Mire
1 Karakas
3 Marsh Flats
1 Plateau
1 Scrubland
1 Snow-Covered Mountain
2 Snow-Covered Plains
2 Snow-Covered Swamp
4 Wasteland

Sideboard 

1 Deafening Silence
1 bitterblossom
1 Heliod's Intervention
1 crackling doom
3 Red elemental Blast
2 Surgical Extraction
1 Containment Priest
1 Hymn to Tourach
1 Plague Engineer
1 Sword of Fire and Ice
2 Leyline of the Void
1 Umezawa's Jitte

(Quote)
- 01/02/2020 22:22
Grande report Brunão! Muito legal ver um Maverick no Top 8. Não largo meu Stage + Depths combo por nada no meu Maverick, nem sei quantas vezes a Maria do Lago já me salvou de partidas que sem ela seria difícil/impossível ganhar.
Tb tenho usado Sevinne, a carta é insana de boa, e to testando uma groselha: Obelisk Spider, a aranha tem dado dor de cabeça pros bichos infect, delvers, arcanistas e flickerwhisps.
Abração, boa semana meu irmão! #BanOko
(Quote)
- 01/02/2020 18:53
Excelente artigo! Manda essa liata do mardu ganancia ???
Últimos artigos de Bruno Ramalho
Decidindo sob pressão
Ninguém gosta de ter que agir sob pressão, mas para o bem do seu torneio(e o dos outros jogadores), é importante saber como tomar a melhor decisão o mais rápido que der.
2.808 views
Decidindo sob pressão
Ninguém gosta de ter que agir sob pressão, mas para o bem do seu torneio(e o dos outros jogadores), é importante saber como tomar a melhor decisão o mais rápido que der.
2.808 views
Há 2 dias — Por Bruno Ramalho
Aprendendo com o passado
O passado pode ser tão importante quanto o presente. A história de como o Magic funciona te ajuda a entender como solucioná-lo
4.674 views
Aprendendo com o passado
O passado pode ser tão importante quanto o presente. A história de como o Magic funciona te ajuda a entender como solucioná-lo
4.674 views
Há 10 dias — Por Bruno Ramalho
O novo Jund e como combatê-lo
O Hall of Famer escolheu o Jund, vamos entender o porque
12.046 views
O novo Jund e como combatê-lo
O Hall of Famer escolheu o Jund, vamos entender o porque
12.046 views
Há 17 dias — Por Bruno Ramalho
Surpreendendo no Modern
Não é preciso ter um Tier 1 para jogar o Modern. O Orelha te indica vários decks diferentes para surpreender.
10.150 views
Surpreendendo no Modern
Não é preciso ter um Tier 1 para jogar o Modern. O Orelha te indica vários decks diferentes para surpreender.
10.150 views
Há 24 dias — Por Bruno Ramalho
O preço de uma jogada
Jogada certa, jogada errada, tudo depende da situação, e tudo tem seu preço..
5.814 views
O preço de uma jogada
Jogada certa, jogada errada, tudo depende da situação, e tudo tem seu preço..
5.814 views
10/03/2020 10:05 — Por Bruno Ramalho