Load or Cast
Deck Tech - Jarad, Senhor Lich dos Golgari
É perfeitamente possível montar um deck poderoso, consistente e, o mais importante de tudo, divertido com um orçamento limitado
21/07/2021 10:05 - 6.614 visualizações - 26 comentários
Load or Cast

Fala, galera, tudo bem? Hoje eu vou apresentar um dos meus decks preferidos pra vocês, mas antes eu vou contar um pouquinho da minha história (fiquem tranquilos que vai ser rapidinho).

 

Eu comecei a jogar Magic há alguns anos, jogava com os amigos (naquele formato forfun de mesa de cozinha que todo mundo já jogou um dia), comecei a jogar no Arena e à partir daí fui conhecendo melhor os formatos oficiais do jogo, com a criação do Brawl eu acabei me interessando por formatos Singleton e pela ideia de ter um comandante que ditava a identidade de cor do seu deck. Eventualmente eu acabei conhecendo o Commander, que hoje é meu formato preferido. 

 

Mas eu demorei para entrar de cabeça no formato e o motivo foi um só: sempre ouvi que você tem que gastar rios de dinheiro para poder jogar Commander! Mas eu descobri que isso não é verdade, é perfeitamente possível montar um deck poderoso, consistente e, o mais importante de tudo, divertido com um orçamento limitado, e é exatamente esse o objetivo desse artigo, apresentar um dos meus deck pessoais e mostrar que o formato é acessível.

 

O comandante é o Jarad, Senhor Lich dos Golgari, que eu carinhosamente chamo de Jaradinho. Normalmente, as principais estratégias envolvendo esse comandante envolvem cemitério, o que funciona, porém acaba sendo previsível, então nós vamos em uma direção diferente, o foco é abusar da habilidade dele que te permite pagar um mana genérico, um mana verde e um preto e sacrificar uma das duas suas próprias criaturas e faz com que todos os oponentes percam uma quantidade de vida equivalente ao poder da criatura sacrificada. Para tornar essa habilidade eficaz e eficiente esse deck é focado em marcadores +1/+1.

 

Focamos em ter criaturas gigantes para sacrificar causando dano suficiente para matar todos os oponentes antes que eles possam reagir, por isso, por mais clichê que possa parecer, esse é um deck que exige bom timing e boa capacidade de análise de ameaças enquanto você rampa e se prepara para ter poder suficiente em campo para acabar com a partida.

 

Sem mais delongas, vamos às 99:

 

Jaradinho
4450 visualizações
15/07/2021
R$ 185,55
R$ 448,93
R$ 2.127,54
4450 visualizações
15/07/2021
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Gerar Imagem
Comandante (1)
1  Jarad, Senhor Lich dos Golgari    4,49
Criaturas (29)
1  Serpente Litoespiral 8,99
1  Hidra Faminta  1,42
1  Constritora Sinuosa  0,35
1  Druida da Incubação  2,72
1  Lodo Necrófago  3,72
1  Constritora de Hagra  0,05
1  Fertilídio  0,05
1  Gragorja, Ruína do Enclave Celeste   0,80
1  Grismold, Semeador do Pavor   2,54
1  Hidra Devoradora de Mana  5,70
1  Limo Voraz  3,39
1  Lodo Predador   2,50
1  Reyhan, Última dos Abzan   15,71
1  Rishkar, Renegado de Peema  0,50
1  Sábio da Evolução  0,60
1  Yorvo, Senhor de Pontegaren   0,96
1  Admiradores Mascarados   0,20
1  Ameaça Guia de Cadáver   0,28
1  Ancião Esquecido  3,00
1  Jurada de Armoraria  0,08
1  Músculos  0,25
1  Necrófago da Submata  0,09
1  Renata, a Chamada à Caça   0,35
1  Simulacro Solene 5,99
1  Garota-massacre   1,89
1  Guardião Leal  4,90
1  Perdição dos Heróis   0,09
1  Ceifador de Almas   3,00
1  Hidra de Oran-Rief   0,48
Planeswalkers (3)
1  Jiang Yanggu, Naturoplasmador  0,20
1  Garruk, Caçador Primal    2,93
1  Garruk, Caçador Amaldiçoado   5,90
Mágicas (24)
1  Renascimento de Malakir 2,75
1  Crescimento Exuberante  0,10
1  Epígrafe de Abundância  1,13
1  Final de Eternidade   5,63
1  Brotar das Cinzas  0,09
1  Buscar pelo Amanhã  0,17
1  Chamado Inspirador  0,13
1  Cultivar  1,00
1  Emboscada de Khalni  0,23
1  Fera Interior  4,40
1  Olhar de Granito    0,60
1  Percepção do Caçador  0,15
1  Recuperação de Bala Ged  7,00
1  Necrobrotamento    0,24
1  Partir em Dois   0,05
1  Queda Monumental   2,50
1  Reivindicação de Skyshroud  2,90
1  Surra de Hagra   4,50
1  Tutor Diabólico   2,25
1  Difundir a Doença  0,05
1  Retorno do Falabravo  2,50
1  Revelação Xamânica   0,50
1  Baixas de Guerra     5,69
1  No Rastro de Garruk   3,33
Artefatos (5)
1  Cálice do Fluxo Perene 1,69
1  Cornucópia Astral   3,50
1  Gancho de Contágio 0,50
1  Sinete Golgari 0,70
1  Estádio de Strixhaven 2,00
Encantamentos (7)
1  Fantasmorfia de Kaya 0,14
1  Contatos no Submundo   0,99
1  Levante de Garruk  6,49
1  Retorno do Assecla  0,05
1  Aprisionar os Antigos Deuses   1,20
1  Reconquista da Natureza  4,46
1  Presença da Morte  0,75
Terrenos (31)
1  Bastião de Karn5,89
1  Fazenda de Podridão Golgari0,25
13  Floresta0,00
1  Floresta Contaminada1,75
1  Floresta Flagelada0,24
1  Liame da Necroflorescência8,19
1  Oran-Rief, a Matavasta1,28
8  Pântano0,00
1  Ponte Musgomosto0,48
1  Regiões Agrestes de Llanowar4,89
1  Torre de Comando1,60
1  Torre do Relicário6,50
100 cards total

 

- A gente quer ser capaz de gerar muita mana nesse deck então vamos começar pelos ramps;


  

 

Como temos acesso ao verde, temos ótimas opções e as que eu acho que se encaixam melhor são: primeiramente, alguns feitiços verdes; Buscar pelo Amanha, Brotar das Cinzas e Crescimento Exuberante, Cultivar e Reivindicacao de Skyshroud.

 

Mas o deck também rampa com três criaturas, sendo elas: Simulacro Solene e Druida da Incubacao e o Fertilidio, sendo que as duas últimas tem boa sinergia com a nossa estratégia envolvendo marcadores +1/+1.

 

E por que não usar artefatos também? Contamos com um Sinete Golgari para rampar e corrigir a mana (dado que a habilidade do comandante precisa de um mana verde, um preto e um genérico para ser ativada). E outras três pedras de mana que utilizam marcadores o que nos garante versatilidade; o Estadio de Strixhaven que além de gerar mana tem pode ser uma condição de vitória alternativa, o Calice do Fluxo Perene e uma Cornucopia Astral, ambos geram mana correspondente ao número de marcadores de carga neles, porém o primeiro gera mana incolor.

 

Fechando essa categoria, temos o planeswalker Jiang Yanggu, Naturoplasmador e Rishkar, Renegado de Peema, que transformam nossas criaturas com marcadores +1/+1 em mana dorks, atentando para o fato de que o planeswalker faz com que elas sejam viradas para produzir mana de qualquer cor e a criatura só permite que elas gerem mana verde.

 

 
- Garantido nossa mana, é hora de lidar com as ameaças, então vamos falar de remoções:


  

 

Nossas remoções globais são: Garota-massacre, que requer um pouco de planejamento para funcionar, mas é uma das minhas cartas preferidas e ainda te deixa com um corpo 4/4 com ameaçar em campo. Olhar de Granito uma remoção customizável que destrói todo tipo de permanentes com a exceção de terrenos e No Rastro de Garruk que embora tenha CMC alto tem potencial para nos colocar numa posição bem confortável em relação aos oponentes já que também destrói planeswalkers além de criaturas e mantém seu lado do campo intacto.

 

Se tratando de remoções singulares começamos com as nossas mágicas instantâneas: Emboscada de Khalni e Surra de Hagra (ambas podem ser jogadas como terrenos em caso de necessidade),  Epigrafe de Abundancia, que além de servir como remoção de criaturas pode te fazer ganhar pontos de vida e fazer com que uma de suas criaturas cresça, Fera Interior que lida com qualquer permanente problemática, Necrobrotamento que destrói uma criatura alvo e ainda nos rampa, Partir em Dois além de destruir um encantamento ou artefato alvo também se substitui e Difundir a Doenca que destrói uma criatura alvo e prolifera.

 

Baixas de Guerra e Final de Eternidade que são muito versáteis a primeira te permite se livrar de várias permanentes perigosas de tipos diferentes e a segunda, caso você tenha mana disponível ainda reanima todas as criaturas do seu cemitério, Gancho de Contagio que embora esteja no deck pela habilidade de proliferar ainda coloca um marcador -1/-1 na criatura alvo e Aprisionar os Antigos Deuses, que também nos rampa e ainda nos dá uma boa vantagem no turno em que ganha seu terceiro marcador.

 

- É comum que jogos de commander casual durem vários turnos então não perder o gás é essencial, avançando, apresento as maneiras que o deck tem de comprar cartas e não passar por esse problema:


  

 

A Jurada de Armoraria é situacional porém o deck é construído para que a todas, ou pelo menos a maior parte das nossas criaturas tenha marcadores +1/+1, os Admiradores Mascarados que podem ser conjurados várias vezes ao longo do jogo e o Ceifador de Almas se aproveita da morte de qualquer criatura não ficha além dele, o que pode sair do controle dos oponentes bem rápido num jogo com quatro jogadores.

 

Chamado Inspirador além de comprar cartas protege nossas criaturas e Percepcao do Cacador pode pegar um oponente desavisado de surpresa e encher sua mão novamente e Revelacao Xamanica e Queda Monumental ainda podem nos ajudar a sair do buraco ganhando uma quantidade considerável de vida. Retorno do Falabravo e Garruk, Cacador Primal se aproveitam do tamanho das nossas criaturas para comprar muitas cartas de uma vez só. Enquanto Contatos no Submundo e Levante de Garruk são formas recorrentes de repor nossas cartas.

 

Para escolher as criaturas do deck eu procurei por aquelas que preferencialmente entram ou com marcadores +1/+1, ou que podem ganhá-los ao longo do jogo e criaturas que ajudam as outras a crescer.

 

Temos um pelotão de hidras composto por: Hidra Faminta, Hidra Devoradora de Mana, Gragorja, Ruina do Enclave Celeste, Perdicao dos Herois e Hidra de Oran-Rief.

 

Além das hidras, outro tipo de criatura com boa sinergia com marcadores +1/+1 são os lodos, nesse deck temos: Lodo Necrofago, Limo Voraz, Lodo Predador.

 

Ainda contamos com Grismold, Semeador do Pavor e Yorvo, Senhor de Pontegaren que crescem sozinhos, Necrofago da Submata que tende a entrar no campo de batalha cada vez maior à medida que o jogo passa e as criaturas vão morrendo e uma Serpente Litoespiral que se protege e tem evasão, além de poder entrar gigante.

 

- E temos uma seleção de cartas para dar suporte à nossa estratégia:


  


Constritora Sinuosa, Anciao Esquecido, Ameaca Guia de Cadaver, Sabio da Evolucao, Guardiao Leal, Renata, a Chamada a Caca e Garruk, Cacador Amaldicoado (também cria lobos e serve como remoção, porém o principal objetivo é conseguir seu emblema para crescer permanentemente todas as nossas criaturas) todas ajudam nossas criaturas a ficarem maiores.

 

Renascimento de Malakir (também pode ser jogado como terreno), Fantasmorfia de Kaya, Retorno do Assecla (é válido notar que também pode dar alvo nas criaturas dos oponentes), Recuperacao de Bala Ged (que também pode ser jogada como terreno) nos fornecem redundâncias para que possamos cuidar de peças importantes para a nossa estratégia.

 

E também temos algumas maneiras de dar evasão às nossas criaturas, mesmo que o objetivo do deck não seja ganhar através de dano de combate é importante poder contar com um plano B (além do fato de sentar a porrada no amiguinho ou na amiguinha é divertido); a Constritora de Hagra e Musculos cumprem esse papel.

 

Eu reservei um espaço especial nesse artigo para falar sobre as minhas cartas preferidas do deck: começando com um Tutor Diabolico que utilizaremos para buscar ou uma condição de vitória ou uma resposta numa situação crítica. Em seguida a Reconquista da Natureza nos dá uma grande vantagem em relação aos nossos oponentes porque ela nos permite despejar toda a nossa mana fazendo nossas criaturas crescerem, desvirar nossos terrenos ainda no nosso turno, antes dos outros jogadores desvirarem os deles e utilizar a habilidade do comandante para matá-los antes do fim do nosso turno.

 

E nossas duas principais condições de vitória nesse deck são: Reyhan, Ultima dos Abzan e Presenca da Morte que fazem com que outra das nossas criaturas cresça cada vez que uma das nossas criaturas morre, potencializando o poder destrutivo do nosso comandante.

 

Por fim, nossa base de mana consiste em 13 Florestas, 8 Pântanos, e alguns terrenos não-básicos, como: Floresta Contaminada, Bastiao de Karn, Fazenda de Podridao Golgari, Floresta Flagelada, entre outros. Eu sei que tem poucos terrenos aqui, mas é importante lembrar que temos quatro MDFCs no deck, então, até hoje, falta de mana nunca foi o meu problema. 

 

Essa foi a apresentação de um dos meus decks preferidos e eu adoraria saber o que vocês acharam dele, fiquem à vontade para deixar a opinião de vocês nos comentários. Se vocês tiverem curtido, que tal mandar esse artigo para aquele amigo ou para aquela amiga que ainda acha que precisa ser milionário pra jogar Commander?

 

Até a próxima, galera!

Nelson Vieira Marques Júnior ( SensacioNelson)
Nelson Marques é fascinado por montar decks budget de Commander e gosta de escrever nas horas vagas, fica extremamente incomodado se tem menos de 15 cartas na mão e quando perguntado se acredita na viabilidade do Mono White responde que acredita até no amor.
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 30/07/2021 09:41
Cara achei irado, por favor traga mais artigos como esse!
(Quote)
- 24/07/2021 21:01
MANEIRISSIMO

eu tenho uma build de "piada" dele, com 33 colonia de ratos. Bem divertido fazer bloodbond march funcionar no edh.
E ainda posso fazer a piada que meu deck é o jaRAT

hahahahaahahah
(Quote)
- 24/07/2021 18:35
Jaradinho é uma das top opções budget, tem MUITA carta de suporte pra ele. Obrigado por espalhar a palavra do enxame!
(Quote)
- 23/07/2021 22:20
Ótimo artigo! Parabéns!
(Quote)
- 23/07/2021 13:18
Eu não jogo o formato , mas ja joguei com amigos e quando jogava , utilizava meus decks antigos com 60 cartas mesmo , permitiam e usava meu deck high tide ou survival kkkk apelação , resultado não fui mais chamado para jogar , não me acostumo com esse novo formato 100 cartas , prefiro das antigas
Últimos artigos de Nelson Vieira Marques Júnior
Deck Tech - Estrid, a Mascarada
Uma comandante eficiente e eficaz
7.822 views
Deck Tech - Estrid, a Mascarada
Uma comandante eficiente e eficaz
7.822 views
18/08/2021 10:05 — Por Nelson Vieira Marques Júnior