O retorno ao T2 após anos parado: de Naya a Temur Energy

       

Por: Pcesarp em 28/10/17 07:15 | 2 comentários / 290 visitas

Bom dia, Caro viajante...

 

Uma das minhas grandes paixões além de dar aula, é escrever. Posso dizer que essa relação possui muita intimidade com o jogo de Magic, pois o mesmo me alimenta de inspiração com suas magníficas Lores.

 

Posto isso, estava pensando em partilhar pontos de vistas, análises e, inclusive, tentar demonstrar uma diária a tentativa de evoluir de um jogador enferrujado pelas brumas do tempo para um jogador competitivo a níveis que ainda não almejei.

 

Meu retorno se deu no dia 06 de Outubro, onde em um tédio nos intervalos entre escolas, resolvi visitar a loja TopDeck, no Arena Geek, em minha cidade, Natal. Uma visita simples, mas para não ser algo vazio, resolvi comprar um booster, sem uma finalidade definida, pois não estava nos planos voltar a jogar, o tempo e dinheiro não estavam muito elásticos...

 

A compra do Booster venho com uma criatura que me intrigou, Glorybringer, dos dragões que eu vinha conhecendo, desde Thundermaw Hellkite, eu realmente me perguntava o quanto bom poderia ser aquele drop 5 da minha cor favorita. Essa inquietação foi tão grande, que particularmente foi o pináculo para meu retorno ao cenário competitivo do Rio Grande do Norte, mas retorno não é sinônimo de vitórias, tops e créditos em premiações, para ser sincero o retorno está sendo uma aventura de aprendizado, no qual gostaria realmente de partilhar com cada um de vocês, especialmente para aqueles novos jogadores ou jogadores em stand by, que pelos mesmos motivos não retornam a uma atividade tão inteligente, prazerosa e divertida. Devo também adicionar que retornar a jogar Magic tem sido muito importante na minha luta a perder peso, pois sofro de uma tremenda ansiedade e o jogo em geral me permite um foco que não seja comer  a cada estresse.

 

Já possuindo um Glorybringer em mãos, me restava apenas decidir quais decks poderia ser minha estretégia para montar, dentre os tier 1, os que mais me chamaram atenção foram o Temur Energy e o Ramunap Red, decks fortíssimos, porém no passado, o Red Deck Wins sempre foi minha opção e dessa vez queria algo um pouco diferente, desde Mirrodin que venho jogando com o vermelhinho básico, ainda lembro como era jogar mana, Mox de Cromo e Slith Andarilho do Fogo, aquele Monored tinha seu brilho, rsrsrsr

 

Vamos adiante, montar o Temur não está sendo tão fácil, minha escolha se deu exatamente no seu período de alta, as Hidra Ericada, ao qual já vi custar R$ 7,00, chegaram a aproximadamente R$ 30,00, carta super valorizou e não era para menos, além disso as staples comuns e incomuns estavam completamente difíceis de encontrar, um dos motivos que fez com que eu jogasse, apenas, com 2 Longtusk Cub, carta fortíssima, porém dificil de encontrar com os players potiguares. Já possuindo as lands GW no passado, pois a sunpetal foi "reprintada", considerei a possibilidade de se fazer até o completo Temur, um Naya, adicionar a Mineradora do Geodo Etereo foi uma grande aquisição contra os decks ultra control, porém os controls não eram os mais vistos no ambiente. Sendo assim, o deck ficou dessa maneira.

 

Naya Energy - Standard
2017-10-28

Jogador

Pcesarp

Visitas

322

Código Fórum

[deck=716879]

 

Os resultados em dois torneios foram 0-2 drop, não apenas pela ineficiência do deck, muito mais pelo não conhecimento da minha parte do que poderia vir dos meus oponentes, joguei contra combo pensando que era control e por ai em diante, também tive um temor exagerado contra as matanças globais, não sabendo lidar com elas, como sempre fiz em tantos anos de Player. Enfim, péssima semana inicial, mas as melhorias tinham que ocorrer, até se tornar Temur, o Naya teria que servir nem que fosse para experiência, além do mais, caros leitores, ser apressado em pegar cartas é um tiro no pé e no bolso, e acho que dessa vez aprendi. o Deck passou pelas suas melhorias, não foi 100% devido as compras onlines e não celeridade dos correios, mas o deck agora tem 2 Chandra, Chama da Rebeldia, carta fortíssima, joga outros formatos além do T2, com certeza uma compra de retorno financeiro e no campo de batalha, dentre as versões Temur que mais vi e concordei, era as que usavam 3, geralmente 2 main e 1 side, garanti em primeiro plano as minhas main, além de algumas outras coisas importantes para tornar o deck mais consistente. Sua nova atualização o deck foi montado da seguinte maneira.

 

Naya Energy 1.1 - Standard
2017-10-28

Jogador

Pcesarp

Visitas

309

Código Fórum

[deck=716856]

 

Nota-se que o deck praticamente duplicou de preço, porém sua efetividade ainda ficou muito comprometida. A versão é boa, mas não tem o número suficiente de ferramentas que o azul entrega dentro do meta que se encontra o standart. Porém, apesar dos pesares, não duvido muito de um Naya vindo pela frente, por isso guardarei minhas lands GW, Rivals of Ixalan ainda irá surgir no cenário e Ixalan nos entregou ótimas criaturas como Deathgorge Scavenger e Ripjaw Raptor, essa segunda opção até considero um bom sideboard, tendo em vista a quantidade de Red Decks que posso vir a enfrentar. Finalizando essa semana não entro mais em torneios, porém a lista Temur está quase toda finalizada, apenas esperando o serviço de Hermes ser efetivo, dessa maneira irei seguir com a saga de um retorno, porém agora tenho algumas ambições maiores. Dizem que para um homem ser completo ele precisa escrever um livro, plantar uma árvore e ter um filho. Livros, já escrevi meu primeiro e caminho para o segundo, árvores nem sei quantas já plantei e filhos, tive a dádiva de ter minhas Splinter Twin(s), então considerando isso, incluo minha nova meta que é viajar pelo País, participar dos grandes torneios, mas até lá adquirir mais Skill, quem sabe ajudar no crescimento do Magic local e fazer uma história diferenciada dos demais retornos que tjve nessa vida de Card Gamer...

 

To be continued

MTG Cards





Leia também

Tropical merfolk, dizem que dá certo... 0 comentários / 187 visitas

Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

Hokury (01/11/2017 14:49:46)

Aguardo a continuação da sua saga amigo

Renato_Henrique (28/10/2017 13:51:57)

Boa PC!! Vamos organizar uns treinos e analizar a agenda de gps!!! Welcome back!!!